Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/08/2008 - O Girassol Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MPF/TO denuncia fraudadores da Sudam

Por: Rogério Franco


O Ministério Público Federal no Tocantins propôs à Justiça Federal denúncia contra Antônio Machado Fernandes, Eduardo Vendramini Machado, Marilza Vendramini Machado, José Márcio Vieira, Jubé Menezes e Maria Auxiliadora Barra Martins, acusados desviar recursos federais oriundos da Sudam destinados ao desenvolvimento de atividade produtiva na região. Antonio Machado é o chefe de uma organização criminosa que se apoderou de milhões de reais em recursos federais, distribuídos em vários projetos de suas empresas. No recebimento da denúncia, a Justiça Federal ordena a citação dos acusados para responderem à acusação por escrito no prazo de dez dias.

O projeto da empresa Ingá Agroflorestal SA foi aprovado com finalidade inicial de explorar e beneficiar a cacaicultura na cidade de Alenquer, no Pará. Após substituição dos antigos acionistas da empresa, que foi assumida por Antonio Machado, em 1999 foi pleiteada a mudança do objetivo do projeto para bovinocultura e industrialização de palmito de pupunheiras, e da localização do empreendimento para a fazenda Barreiro Branco, localizada no município de Paraíso, no Tocantins. Pelo projeto aprovado, caberia à Ingá Agroflorestal S.A. investir um milhão, novecentos e noventa e dois mil e cinqüenta e cinco reais (25%) no empreendimento, ficando a encargo da Sudam quatro milhões, oitocentos e quarenta e oito mil reais (75%).

O acusados do desvio burlaram as regras da Sudam e constituíram o empreendimento com recursos exclusivos do fundo, sem ingressar com a contrapartida a que estavam obrigados. Para isso, foi simulada a existência de capital próprio para investir, e confeccionados atas de assembléia geral, notas fiscais, recibos, contratos e outros documentos falsos, além de falsificação de laudo de vistoria para comprovar a regularidade do empreendimento. A documentação era apresentada à Sudam por Maria Auxiliadora Barra Martins, procuradora da Ingá perante a Sudam. Para simular o aumento de capital próprio, era depositado dinheiro na conta da empresa, retirado logo após o depósito por saques ou cheques descontados. Este fato também é demonstrado pelo excessivo número de notas fiscais falsas juntadas ao processo da Sudam, bem como pelo laudo pericial que comprova a não aplicação.

Além de deixar de investir um milhão quatrocentos e sessenta e um mil e setecentos e trinta e um reais em recursos próprios, comprovando tais gastos por meio de documentos falsos, os fraudadores ainda apropriaram-se de seiscentos e trinta e dois mil, setecentos e sessenta e um reais em recursos federais. Os quatro procuradores da República que assinam a denúncia pedem que os acusados respondam pelos crimes de peculato (artigo 171 do Código Penal), peculato-furto (artigo 312, §1º, do C.P.), lavagem de dinheiro, falsidades em continuidade delitiva (artigo 304 e 299 do Código Penal) e concurso material entre os delitos dos artigos 171, § 3º, 312, §1º, 299 e 304, todos do CP, além do crime previsto no art. 1º, V e VII, da lei nº 9.613/98.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 220 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal