Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/08/2008 - Agência RBS Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Advogado está preso em Florianópolis por falsificar perfis no Orkut


O advogado Guilherme Stinighen Gottardi, de 26 anos, preso por falsificar perfis no site de relacionamentos Orkut, permanece detido na Central de Triagem de Florianópolis nesta quinta-feira.

Ele foi preso em flagrante na noite de quarta-feira, numa lan house no Centro da cidade, quando atualizava as páginas falsas com imagens e informações sobre as vítimas.

De acordo com o investigador André Silveira, da 1ª Delegacia de Polícia Civil da Capital, Guilherme teria criado perfis falsos de uma colega de trabalho e do noivo dela.

Advogado, Gottardi trabalhava com a vítima numa agência do Banco do Estado de Santa Catarina (Besc) e, segundo a polícia, teria criado um envolvimento, de parte dele, com a garota.

As investigações começaram em 2007, quando o noivo da vítima registrou boletim de ocorrência. Ele denunciou a criação de um perfil com informações falsas, entre elas, a de que ele seria gay.

— Começamos a monitorar a situação, por meio do serviço de inteligência, e identificamos possíveis suspeitos. Foi quando surgiu um novo perfil falso, desta vez sobre a noiva do rapaz — explica Silveira. Gottardi teria inserido montagens de fotografias pornográficas, nas quais ele havia incluído o rosto da vítima.

Os diretores do Orkut no Brasil foram contatados pelos policiais catarinenses, que passaram a monitorar os acessos do usuário que cadastrou os dois perfis falsos no site.

A polícia fez diligências nas lans house e cyber-cafés do Centro da cidade, de onde partiram os acessos, e passou a acompanhar os usuários destes locais. Há cerca de duas semanas, segundo o investigador, foi criado um outro perfil, em que o suspeito havia inserido informações profissionais da vítima.

— Ele adicionou o perfil à comunidade do Besc no Orkut, com o intuito de difamá-la e falar mau dos colegas — ressalta o policial.

Ao mesmo tempo, a vítima registrou boletim de ocorrência na 6ª Delegacia de Polícia Civil denunciando as falsificações. As investigações chegaram até Guilherme, que foi preso em flagrante por falsidade ideológica em uma lan house quando acessava a página de um dos perfis e postava fotos.

Com ele foi apreendido um CD com imagens da vítima e sua família. A CPU do computador utilizado pelo suspeito também foi apreendida. O material será periciado ainda nesta quinta-feira pelo Instituto Geral de Perícias (IGP).

O pai da jovem, que estava junto com a polícia no momento do flagrante, confirma que vai aguardar o processo criminal e processá-lo por danos morais e reparação de danos morais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 171 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal