Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

06/08/2008 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Esquema roubou documentos no Detran

Por: Adilson Rosa


A Polícia Civil descobriu um esquema de fraudes em financiamento, no qual carros comprados a prazo em outros estados eram trazidos para Mato Grosso e vendidos como se não tivessem pendência com bancos. Para vender os veículos – o que só pode ocorrer se o financiamento estiver quitado ou se o comprador assumir as prestações –, o grupo usava documentos possivelmente roubados dentro do Detran. Os investigadores prenderam o vendedor de carros Charles Velasco Martins, de 41 anos.

Ele foi preso anteontem à noite na região da Pedra, conhecido pela compra e venda de carros usados, no bairro Dom Aquino, em Cuiabá. Com Charles, policiais da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (DERRFVA) apreenderam duas cédulas em branco de CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos), além de outras 10 preenchidas, que serão investigadas.

“Essas cédulas em branco foram furtadas ou roubadas do Detran e a quantidade é maior que o material encontrado com o vendedor. Ainda não sabemos o total (de cédulas). As preenchidas estão sendo periciadas”, informou o delegado Anderson Veiga, responsável pela prisão.

Os policiais apreenderam também dois automóveis – um Uno Mille verde com placas de Alagoas e um Golf prata com placas de São Paulo. Os dois carros podem fazer parte do esquema, uma vez que são de outros estados.

Os documentos dos dois automóveis serão periciados e, caso se constate o golpe, ficarão apreendidos no pátio da delegacia e à disposição da financiadora. Esta poderá recuperar o automóvel.

Conforme o delegado, esses veículos são alienados e em débito com a financiadora (não podem ser transferidos de dono antes do financiamento ser quitado), mas acabam sendo legalizados de forma fraudulenta. Com as cédulas de CRLV, era possível mudar o registro e legalizá-lo sem problemas de apreensão.

“Com a nova documentação, são vendidos a terceiros, que os compram de boa-fé, mas assim que a fraude é descoberta os compradores são obrigados a devolver os veículos. E, pior, arcam com o prejuízo”, frisou o delegado. Veiga lembrou que, neste esquema, as mudanças estão nos documentos e não no veículo, que continua intacto, sem remarcação.

Charles estava sendo investigado há cerca de dois meses por causa da venda dos carros alienados. “Só que chegamos aos documentos roubados, o que aumenta mais o raio de atuação dos criminosos”, completou o delegado.

O vendedor de carros foi autuado em flagrante por receptação e uso de apetrechos para falsificação de documentos públicos. Ele deverá ser encaminhado para a Cadeia Pública do Carumbé, onde ficará à disposição da Justiça.

Com a prisão de Charles, os policiais tentam localizar mais integrantes do bando. “Com certeza, temos que descobrir quem furtou ou roubou esses documentos. E isso aponta que mais pessoas estão envolvidas”, explicou um policial.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 278 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal