Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

05/08/2008 - Panapress Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Governo sengalês quer sanções contra falsificadores de estado civil


Dakar, Senegal (PANA) - O Governo senegalês na sua política de modernização do serviço público convidou terça-feira os responsáveis do estado civil a tomarem sanções penais e pecuniárias contra autores de fraudes na declaração e emissão de documentos de identidade, enquanto se espera pela informatização do sistema.

Este apelo foi lançado durante um encontro de três dias no qual particparam representantes da Associação Internacional dos Presidentes das Câmaras Francófonas, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), do Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP), da Agência Norte-Americana para Desenvolvimento Internacional (ISAID), da Associação dos Responsáveis locais do Senegal e da Agência Canadiana para o Desenvolvimento Internacional.

Ao presidir à cerimónia de abertura do encontro, o ministro do Estado senegalês encarregue da Descentralização e Colectividades Locais, Ousmane Masseck Ndiaye, indicou que, além da aplicação da política de "tolerância zero contra os autores de fraudes", o governo senegalês vai endurecer a lei com vista à aplicação de penas mais pesadas contra os autores e cúmplices de fraudes.

O governante senegalês espera lutar contra à fraude de documentos do estado civil que, a seu ver, descredibiliza as instituições senegalesas e mancha a imagem do país.

Para o efeito, ele convidou as instituições da República ligadas ao domínio do estado civil, nomeadamente os responsáveis locais, os parceiros técnicos e financeiros a envolverem-se neste combate.

"O sucesso da reforma do estado civil dependerá dos dois imperativos, designadamente a declaração universal de todos factos de estado civil e a luta contra a fraude sob todas as suas formas", lançou Ndiaye.

Ele exprimiu igualmente a ambição do governo senegalês, tendo em conta irregularidades constatadas nos serviços do estado civil, de proceder à informatização do sistema.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 218 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal