Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/08/2008 - UOL Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Sites internacionais enganam clientes com ingressos olímpicos falsos


Milhares de fãs do esporte no mundo foram enganados por alguns sites internacionais, que vendiam ingressos falsos para as Olimpíadas de Pequim-2008, segundo oficiais do Comitê Olímpico Internacional (COI).

A entidade disse que está tomando as medidas cabíveis para tentar acabar com as fraudes, mas que é muito tarde para ressarcir as vítimas que adquiriram os ingressos falsos. Algumas famílias de atletas canadenses e neozelandeses que competirão nos jogos estão entre os enganados. Grande parte das outras pessoas está nos Estados Unidos, Japão, Noruega, Inglaterra e na própria China.

"É inaceitável que as pessoas paguem pelas entradas e acabem ficando sem elas", disse o membro do diretório executivo do COI, Bernard Heiberg, que soube do caso na última semana, quando a entidade, junto ao Comitê Olímpico dos Estados Unidos, que acusou seis sites, em um distrito da Califórnia, de venderem ingressos falsos para as Olimpíadas.

Porém, um advogado norte-americano, que perdeu 12 milhões de dólares na fraude, acusou o COI de ser complacente com a situação. "Eles sabiam da existência desses sites há meses e não fizeram nada", disse Jim Moriarty, que está procurando atender outras vítimas do golpe. "Eles acabaram com o sonho de muitas pessoas que haviam se programado há anos para assistir os Jogos de Pequim", completou o advogado.

Apesar do COI dizer que irá tomar as providências cabíveis ao caso, um dos sites acusados, "www.beijingticketing.com", continua funcionando normalmente e vende as entradas para a cerimônia de abertura a 2.150 dólares. O site, que carrega o logo dos Jogos, tem seu contato telefônico referente a um número de Londres, na Inglaterra. Já o endereço da sede é dos Estados Unidos.

O chefe do Comitê Olímpico Australiano, John Coates, afirmou estar desapontado com a situação, mas que o comitê não poderá fazer muito pelos australianos que foram enganados. "Sinto muito por todos os enganados. Mas, mas não temos uma posição sobre um possível ressarcimento ou troca de ingressos", disse Coates.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 214 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal