Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

30/07/2008 - Tribuna do Interior Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista que atuava em várias partes do país é preso em CM

Por: Marcus Ayres


Ontem à tarde, o Serviço de Inteligência da Polícia Militar prendeu o empresário F. S., acusado de aplicar golpes na região de Campo Mourão e em diversos pontos do país. No momento da prisão, o suposto estelionatário estaria com notas fiscais que indicavam vendas feitas ontem, e que somariam em torno de R$ 200 mil.

De acordo com o tenente Marco Aurélio Fahur, a ação da polícia atendeu a uma denúncia feita pelo Ministério Público da Comarca de Campo Mourão. Junto com o acusado, foram apreendidos um automóvel Fox (com placas de São Paulo-SP) e uma camionete Ford F-250 (com placas de Campo Grande – MS).

Outro produto encaminhado para a Polícia Civil foi um aparelho de rádio escuta, que captava uma freqüência não autorizada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). “Com o aparelho ele podia ouvir as freqüências utilizadas pela Polícia Civil e Militar, podendo saber toda a nossa movimentação”, explicou Fahur.

O empresário estaria aplicando o golpe desde o ano passado. Ele anunciava a venda de mercadorias por preços mais baixos dos que os praticados no mercado. Aos clientes, ele solicitava o pagamento adiantado pelos produtos, feito normalmente por depósito bancário. O problema é que a mercadoria acabava sendo não enviada ou encaminhada com uma quantidade abaixo da solicitada.

As informações da Polícia Civil indicam que o suposto estelionatário comercializava diversos tipos de mercadoria, principalmente plástico para confecção de embalagens. Além de apresentar amostras aos clientes, ele disponibilizava as ofertas por sites na internet, o que teria atraído consumidores de todo o Brasil.

Segundo o delegado chefe da 16º Subdivisão Policial, Haroldo Davison, o suspeito de estelionato já detinha vários pedidos de prisão preventiva, além de inquéritos instaurados e mandados de segurança, expedidos inclusive em Guaíra e Curitiba.

“Nós já estamos investigando a participação de outras pessoas e estudando o envolvimento do acusado com outros crimes”, explicou o delegado, que também aguarda o contato de vítimas dos golpes.

PM pede que as pessoas fiquem mais precavidas

Diante de tantos casos de estelionatos na cidade, a Polícia Militar orienta as pessoas para que procurem dificultar ação dos criminosos. Segundo o tenente Héctor Luiz Lovera Esquivel, a precaução ainda é a melhor fórmula de evitar o estelionato. “Percebemos que os estelionatários agem não só nas igrejas como em outros setores do comércio. E na maioria das vezes é um crime delicado de se combater porque geralmente a pessoa que está sendo lesada também tem algum tipo de interesse para levar vantagem”, comenta o tenente.

No caso das igrejas, porém, por envolver pessoas de boa fé, ele acredita que a maioria confia na idoneidade das pessoas e não toma as devidas precauções. “Quando se trata de uma pessoa desconhecida é preciso aumentar a desconfiança. No caso das igrejas geralmente se tem boa fé nas pessoas que participam, mas quando se trata de estranhos é preciso ter uma desconfiança sadia. Não excluir, mas tomar precaução para não cair nesse tipo de golpe. Principalmente quando envolve cheques de terceiros, documentações de terrenos que muitas vezes são falsificados e vendidos ilegalmente. A Polícia Militar tem feito prisões com base em denúncias e investigações, mas a melhor solução ainda é a própria pessoa tomar os devidos cuidados”, finaliza.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 274 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal