Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/07/2008 - Zero Hora / Ag. RBS Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia de Santa Maria descobre suspeitos de aplicar golpes pela internet

Por: Bianca Backes


Desde que um militar santa-mariense teve um rombo de R$ 6,5 mil em sua conta bancária, em junho do ano passado, que a equipe de investigação da 3ª Delegacia de Polícia Civil (3ª DP) não sossegou até encontrar uma explicação para a fraude. Como tratava-se de um golpe, o banco ressarciu o dinheiro ao cliente. Mas ele quis registrar o crime mesmo assim.

Nesta quinta-feira, com a ajuda da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) de Santa Catarina (SC), os policiais apreenderam computadores, celulares e documentos em São José, na Grande Florianópolis, e em Ascurra, no Alto Vale Itajaí.

Três comerciantes são suspeitos de invadir computadores de vítimas de Santa Maria, de Foz do Iguaçu, de São Paulo e de uma cidade mineira. Um deles já tinha antecedentes por estelionato e possui três CPFs em seu nome.

— Alguns processos da investigação demoraram mais, outros menos. Mas, no fim das contas, conseguimos alcançar os suspeitos — explica um dos investigadores da 3ª DP, Luis Afonso Silva Castro.

No caso da vítima santa-mariense, os golpistas teriam invadido o seu computador como hackers e "roubado" o número da sua conta bancária e a sua senha.

Depois, fizeram empréstimos por telefone e pagaram títulos. Foi rastreando essas ligações e seguindo outros indícios que os policiais chegaram ao endereço de um dos suspeitos, que encabeçaria o esquema.

Sua mulher e sua irmã também são apontadas como integrantes da fraude. Todos, porém, negam qualquer participação nos crimes.

Fachada

No total, o "lucro" dos golpistas com o esquema chegaria a pelo menos R$ 40 mil. O trio ainda teria gastado parte do dinheiro das vítimas com compras e pagamentos de contas de uma das suspeitas, em SC. Os carros apreendidos também teriam sido comprados com dinheiro dos negócios ilícitos.

A polícia investiga, com a ajuda da Receita Federal, se a loja de confecções da família não funcionava apenas como fachada para "lavar dinheiro" dos golpes.

Todo o material apreendido será levado nesta sexta-feira para Santa Maria. O grupo de oito policiais da cidade que participou da operação (seis da 3ª DP, um da 1ª DP e um da 2ª DP) partiu para o Estado vizinho na última terça-feira.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 286 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal