Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/07/2008 - Gazeta Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presos empresários e servidores do Detran por falsificação de placas


A adulteração de placas de veículos, que segundo a polícia poderia levar para a cadeia até mesmo pessoas não envolvidas com o crime, foi descoberto há aproximadamente 15 dias e, nesta quinta-feira (31), oito pessoas foram presas acusadas de envolvimento no esquema. Entre os detidos estão dois empresários e dois funcionários do Detran.

De acordo com o o titular interino da Delegacia Patrimonial de Vitória, André Cunha, seis estabelecimentos comerciais foram alvos da operação policial, realizada em Vila Velha, Serra e Vitória. Segundo o delegado, foi em uma dessas lojas inclusive, que os bandidos responsáveis pelo assalto ao carro forte da empresa Prossegur, ocorrido em Vila Velha no início do mês de março, compraram as placas dos veículos utilizados durante a fuga.

A polícia ainda informou que nenhuma das empresas era cadastrada pelo Detran mas duas delas chegaram a possuir o certificado do órgão. Há três anos, no entanto, elas perderam o direito de continuar funcionando por conta de irregularidades. Mesmo com a proibição, as lojas seguiram com as portas abertas e alguns proprietários chegaram a abrir filiais na Grande Vitória.

O esquema dos criminosos funcionava da seguinte maneira: mesmo sem autorização para vender as placas, os proprietários atendiam aos pedidos dos clientes, que em muitos casos desconheciam as irregularidades, e fabricavam os objetos. Cada jogo de placas saía por aproximadamente R$ 100,00, enquanto que em uma empresa cadastrada, o preço pode chegar ao dobro do valor.

De acordo com o gerente de operações do Detran, Carlos Roberto Rosa, no Espírito Santo existem apenas cinco lojas regularizadas e aptas a emitirem pedidos de fabricação de placas.

"Nós temos cinco estabelecimentos cadastrados. Eles estão situados na Grande Vitória e em Cachoeiro de Itapemirim. O cidadão deve ir ao Detran municipal para adquirir as plecas. Não é da competência das lojas venderem esses produtos. O máximo que esses estabelecimentos podem fazer é emitir o pedido de fabricação de placas e posteriormente, conduzir a pessoa até o Detran para fazer a retirada desse material. Se fugir a isso, essa empresa é clandestina", disse.

O delegado André Cunha informou ainda, que as investigações levaram a polícia a concluir que muitas das placas foram vendidas a bandidos que posteriormente as utilizaram em veículos usados em crimes.

'Temos informações sobre homicídios que as placas mencionadas pelas testemunhas, são irregulares. Então não tenho dúvida de que essas empresas que estão trabalhando de forma inadequada fomentam a indústria do crime. Além disso, essa prática possibilitou que pessoas de má fé colocassem essas placas em veículos furtados e roubados'.

Nos estabelecimentos comerciais lacrados, a polícia encontrou placas irregulares, lacres de placas, blocos de notas, agendas e cadernos de anotações referentes às vendas realizadas. Segundo o delegado, das oito pessoas presas, cinco foram indiciadas por estelionato, crime tributário e crime contra o consumidor.

Os envolvidos no crime não tiveram os nomes divulgados já que a polícia ainda investiga se outras pessoas estão ligadas ao esquema de falsificação de placas de veículos automotores.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 246 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal