Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/07/2008 - Agência Câmara Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Computadores poderão exibir alerta sobre uso indevido

Por: Adriana Resende


O Projeto de Lei 3369/08, do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), exige a inserção de mensagem nos computadores comercializados no Brasil advertindo o usuário de que o uso indevido da máquina pode gerar infrações que o sujeitem à responsabilização administrativa, penal e cível. O alerta deverá aparecer na tela dos computadores no momento em que são ligados.

O autor destaca a importância de conscientizar a população sobre a necessidade de um comportamento ético no ambiente digital. "É importante lutar contra o mito de que a internet é um ambiente onde tudo pode ser feito sem qualquer conseqüência."

Bezerra lembra que os crimes cometidos pela internet são cada vez mais freqüentes. "O aparato tecnológico confere não só novos meios para a prática de infrações antigas, como furto, estelionato, lavagem de dinheiro e pedofilia, mas também possibilita o cometimento de novas infrações que até então não eram possíveis, como a invasão de sistemas informatizados por hackers", avalia.

A divulgação ou publicação de fotos ou vídeos contendo cenas de pedofilia já é crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA - Lei 8.069/90). Quem cometer esse crime está sujeito a pena que varia de dois a seis anos de reclusão e multa. No entanto, a lei não prevê pena para quem armazena esse conteúdo em arquivo pessoal.

Propostas

A regulamentação dos crimes cibernéticos é tema de propostas em tramitação no Congresso desde 1999. O Projeto de Lei 84/99, do ex-deputado Luiz Piauhylino, altera o Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40) para tipificar condutas relacionadas ao uso de sistema eletrônico ou de internet. O projeto retornou à Câmara neste mês, depois de ser aprovado pelo Senado, na forma do substitutivo apresentado pelo senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG).

Em 2001, o Conselho da Europa (Council of Europe) aprovou a convenção de Budapeste sobre crimes cibernéticos, que prega a cooperação entre países para combater os crimes praticados pela internet. Para aderir a essa convenção, o Brasil precisaria adequar sua legislação às normas previstas no documento.

Tramitação

O PL 3369/08 tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 185 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal