Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

30/07/2008 - Jornal Pequeno Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casal é preso acusado de aplicar golpes no comércio de São Luís

Por: Wellington Rabello


Agentes da Delegacia de Defraudações prenderam ontem um casal de estelionatários acusado de aplicar golpes em várias lojas da capital maranhense. A dupla se identificou como José William Pereira Silva e Adriana Lobão Eloi de Sousa Silva, mas os nomes podem ser falsos, segundo a Polícia. Com eles foram encontrados vários cartões de crédito, talões de cheque, carteiras de habilitação, quatro celulares e um revólver Taurus, calibre 38, com cinco balas intactas.

O chefe do Comissariado da Delegacia de Defraudações, Luís Carlos Pereira, disse que o casal já vinha sendo investigado há seis meses, desde quando tentou aplicar um golpe nas Lojas Gabriela e foi barrado pelo sistema de identificação da empresa. Nessa ocasião, a direção da loja denunciou os golpistas na delegacia, inclusive mostrando a foto de José William Pereira Silva, que havia se identificado com o nome de José William Fonseca.

Pereira afirmou que foi ao banco Itaú do Renascença, no final da manhã de ontem, viu José William dentro da agência e o reconheceu como sendo o homem denunciado pela Gabriela. Ao sair do banco, o casal foi abordado e preso por agentes da Delegacia de Defraudações. Durante revista no carro deles, um Meriva, foram encontrados os cartões de crédito, cheques, o revólver e vários documentos falsos, entre CPFs, Carteiras de Identidade e de Habilitação.

A dupla foi conduzida para a delegacia, mas em seguida a mulher, acompanhada dos agentes, foi até a casa deles, no Araçagi, deixar os dois filhos do casal. Quando chegaram à residência, os policiais encontraram uma grande quantidade de material de construção – argamassa, piso, tinta –, fruto de golpes aplicados em lojas do ramo, como Marcopol, Potiguar, Center Lusitana e Centro Elétrico. O material encheu três caminhões do tipo 3/4.

Os golpes aplicados pelo casal, segundo agentes da Defraudações, já ultrapassam o valor de R$ 100 mil. Eles usavam nomes de laranjas, falsificavam documentos, abriam contas em bancos, abriam empresas. “A maioria dos golpes foi aplicada em lojas. Geralmente as compras eram em valores acima de R$ 10 mil. Para facilitar a ação, o casal sempre andava acompanhado por duas crianças”, revelou o policial Luís Carlos.

‘José William’ e ‘Adriana’, que se dizem de Imperatriz, foram apresentados à delegada Aldifran Ribeiro, que iria avaliar o caso e determinar por quais crimes eles seriam autuados. As crianças foram levadas para o Conselho Tutelar.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 426 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal