Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/07/2008 - paraiba.com.br Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PM prende acusado de comercializar notas falsas em JP


Rapaz é preso acusado de comercializar notas falsas de 10 reais pela grande João Pessoa. Pahyra Duarte Bezerra foi preso no início da tarde de hoje quando almoçava em um restaurante no bairro do Geisel. O motivo da prisão foi a utilização de notas falsas no estabelecimento.

De acordo com informações do Tenente Ferreira, do 5º Batalhão de Polícia Militar, Pahyra estava na companhia de Ilsomberg Rocha da Silva, mas segundo o tenente, o rapaz só estava de carona com o acusado e não sabia a procedência do dinheiro.

Os dois rapazes encontram-se no 5º Batalhão de Polícia Militar e prestam depoimentos sobre o caso. Os dois estavam em um carro de marca Polo, de cor branca, de placas LOH 9157, que pertence a Bahyra.

O Major Roberto Costa relatou que as notas puderam ser identificadas pelo número de controle da casa da moeda. "Toda nota de qualquer valor possui números seqüenciais, mas as encontradas com Bahyra tinham o mesmo número de série", disse o Major.

Com o acusado foram apreendidas sete notas de dez reais, mas ele confessou que comprou o equivalente a cem reais em notas de dez e que custou trinta reais. A compra das notas foi feita a um rapaz de Recife (PE), conhecido por Júnior. Bahyra disse que foi a segunda vez que fez negócio com o pernambucano.

Bahyra será encaminhado à Polícia Federal para ser autuado em flagrante e para que a polícia possa tomar as medidas cabíveis ao caso especificado.

Utilidade Pública

A polícia adverte a população para que fiquem atentos, pois essas notas não são de fácil identificação. São notas antigas que misturadas a outras cédulas conseguem passar despercebido pelo consumidor leigo.

O major Roberto Costa alerta também a população de outras cidades paraibanas. Segundo ele, a polícia suspeita que essas cédulas possam ter sido comercializadas em todo o estado, inclusive no interior.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 240 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal