Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/07/2008 - Diário do Grande ABC Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

E-mail com suposto golpe em Santo André circula na Internet

Por: Fabiana Piasentin


Roubo de órgãos, correntes, mensagens alarmistas ou golpes e seqüestros relâmpagos. Chamadas de "hoax", as histórias falsas enviadas pela internet já envolveram o Grande ABC. Há algumas semanas, circula na rede um e-mail relatando um suposto golpe aplicado próximo ao viaduto do supermercado Carrefour no bairro Humaitá, em Santo André.

Na mensagem, um motorista conta que, ao passar pelo local, viu um rapaz caído na beira da calçada, ao lado de uma bicicleta e uma caixa de engraxate, aparentemente atropelado. Ao ligar para o 190, a atendente teria orientado o motorista a não se aproximar do homem, já que se tratava de uma nova modalidade de golpe: ao ser socorrido, o rapaz anuncia o assalto e realiza um seqüestro relâmpago, podendo resultar "na morte da vítima", segundo o e-mail.

De acordo com o Copom (Centro de Operações da Polícia Militar), os atendentes do 190 são orientados a sempre enviar uma viatura ao local da ocorrência, independentemente de se tratar de um suposto golpe ou de um trote. O 1º Distrito Policial, o 3º e o 6º, responsáveis pela região, não registraram ocorrências semelhantes nos últimos meses.

O coordenador do curso de Ciências da Computação e de Sistemas de Informação da Umesp (Universidade Metodista de São Paulo), Marcelo Módolo, orienta os internautas a sempre verificar a origem de uma mensagem. "O primeiro passo é saber quem te enviou o e-mail e só abrir mensagens enviadas por quem você conhece", explica. "Ao ver um título estranho, é sempre bom perguntar para a pessoa se foi ela que te enviou, se certificar se o conteúdo é confiável", afirma.

Nos casos de mensagens sobre práticas criminosas, o ideal é nunca retransmitir o e-mail se não tiver certeza da veracidade da informação. "Tem mensagens que circulam que são muito antigas. Se você não tem certeza que é sério, não passe adiante, pois isso pode causar pânico", analisa Módolo. Se ainda restar dúvidas, verifique em jornais de grande circulação a ocorrência de episódios semelhantes.

Vírus - Não é só de mensagens falsas que vivem os "spams". O lixo eletrônico também é muito utilizado para a propagação de vírus, sobretudo os que roubam senhas e informações pessoais dos usuários. Ao contrário do que acontecia no passado, as pragas virtuais de hoje não destroem mais os HDs, mas abrem "portas" para criminosos furtarem dados confidenciais.

"Não abra nada que não tenha certeza da origem. Na dúvida, é melhor deletar a mensagem e perder informações do que ser infectado", informa Marcelo Módolo. Para evitar dor de cabeça, o ideal, de acordo com o coordenador, é ter um anti-vírus atualizado, um firewall (dispositivo que impede a entrada de dados nocivos em uma rede) e fazer uma revisão periódica no HD.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 308 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal