Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/07/2008 - Bonde News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Comerciante londrinense recebe notas falsas de euro

Por: Fernando Rocha Faro


O proprietário de um restaurante da Área Central de Londrina foi vítima de golpe ao receber duas notas falsas de cem euros cada. O golpe ocorreu na sexta-feira, mas só foi confirmado ontem, quando o comerciante, que preferiu ter a identidade mantida em sigilo, trocaria o dinheiro estrangeiro por moeda brasileira. A conta paga com as notas foi no valor de R$ 105,00, mas o prejuízo foi de cerca de R$ 500,00, uma vez que foi necessário devolver troco.

As notas falsas foram usadas por dois casais para pagar o almoço de sexta-feira. De acordo com o proprietário do estabelecimento, eles aparentavam ter entre 40 e 45 anos e falavam espanhol. No momento da abordagem, pergutaram se o restaurante aceitava o cartão American Express. Diante da negativa, questionaram se poderiam usar a moeda européia para quitar a despesa.

Os casais chegaram por volta das 13h50, perto do horário de fechamento do restaurante. "Eles sentaram numa mesa bem localizada, conversavam bastante e não despertaram nenhuma suspeita", comentou. Ele acrescentou que a falsificação é de boa qualidade e que só foi notada ao verificar a marca holográfica.

Um funcionário do comerciante tentou fazer a troca numa casa de câmbio localizada num shopping center ainda na sexta-feira. A transação foi rejeitada por suspeita de falsificação na tarde de ontem no Banco do Brasil. O comerciante informou que no próprio banco encontrou outra vítima dos falsários.

A ocorrência foi informada à Delegacia da Polícia Federal em Londrina, responsável pelas investigações sobre dinheiro falso. Antes do registro oficial, o delegado Fernando Lara informou que uma equipe já estava investigando a situação. Ele acrescentou que casos de derrame de notas estrangeiras falsas não são comuns na cidade.

"Fica a critério do comerciante se ele vai ou não receber em moeda estrangeira. Mas é importante identificar quem está pagando para evitar problemas", sugeriu Lara.

José Luiz Bana, gerente da casa de câmbio onde a fraude foi identificada, informou que os funcionários da empresa são treinados para perceber as tentativas de golpe. Para ele, o ideal é que os comerciantes optem sempre por receber na moeda nacional. "O correto é que o dinheiro estrangeiro entre no País via Banco Central e os turistas usem o real aqui dentro", salientou.

Em fevereiro, o Cartório Central da PF informou ter registrado um aumento de 47,56% em aberturas de inquéritos por crimes de moeda falsa entre os anos de 2006 e 2007. Já em abril, uma operação contra o derrame de notas falsas na região resultou na prisão de sete pessoas e na apreensão de R$ 3,5 mil em cédulas falsificadas de real.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 201 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal