Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/07/2008 - A Tarde Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Banco Central intensifica fiscalização sobre consórcios


O Banco Central quer fiscalizar os consórcios com lupa. A partir de setembro, informações dos 3,5 milhões de clientes desse sistema serão repassadas mensalmente pelas instituições financeiras à autoridade monetária, que terá mais dados para acompanhar o segmento. A intenção do BC é ganhar instrumentos para, por exemplo, verificar a inadimplência grupo por grupo ou a ocorrência de lavagem de dinheiro.

Na semana passada, o BC divulgou a Circular 3.394, que obriga as administradoras a repassar mensalmente informações sobre todas as cotas dos grupos de consórcio. Atualmente, esse sistema de venda comercializa de imóveis a tratores, passando por carros e até passagens aéreas.

Pela regra antiga, as administradoras eram obrigadas a repassar as informações à autoridade monetária, mas só quando havia solicitação do BC. Assim, era possível que algumas instituições ficassem meses sem repassar dados, o que prejudicava o trabalho de fiscalização. Além disso, o alcance dos números era menor e as informações, mais genéricas. A partir de agora, as informações deverão chegar ao banco de dados do BC obrigatoriamente todo mês e de forma mais detalhada, inclusive com números individuais sobre cada um dos contratos.

O presidente da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (Abac), Rodolfo Montosa, diz que as informações solicitadas pelo BC já eram repassadas quando solicitadas. "O BC sempre teve acesso a todas as informações, contrato por contrato. Desde a nota fiscal do bem adquirido até os pagamentos feitos pelos clientes", disse. Para Montosa, a mudança vai "sistematizar" o envio dessas informações, de forma a tornar o procedimento automático. Segundo ele, empresas de software já foram contratadas pelo setor para desenvolver os programas de computador para o envio das informações.

Nos últimos 12 meses, o número de clientes do sistema de consórcio aumentou cerca de 3%, para 3,46 milhões de pessoas em maio. O presidente da Abac nega que eventuais dificuldades do setor tenham gerado a decisão do BC de cobrar mais transparência das empresas. "As administradoras estão indo muito bem. Essa circular vem em linha com o trabalho que o BC já tem feito de dar mais segurança ao setor", afirma.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 231 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal