Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/07/2008 - O Estado de Minas Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia apreende carteiras de habilitação falsas na Grande BH

Por: Fábio Fabrini


Um esquema de venda de carteiras de habilitação falsas, com a suposta participação de um policial civil, foi desfeito pela Polícia Militar de Pedro Leopoldo, na Grande Belo Horizonte. Dois homens foram presos na noite de sábado portando três documentos forjados, e um deles revelou que a fraude era comandada por um agente de polícia que trabalha para a delegacia da cidade e para a Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), espécie de sucursal do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG).

Policiais da Companhia Tático Móvel do 36º Batalhão monitoravam os passos do comerciante Orlando Alcebíades Matozinhos, de 64 anos, havia cerca de um mês. Por volta das 19h de sábado, ele foi flagrado entregando uma carteira ao trabalhador rural Milton Rodrigues Pereira, de 21, na porta do estabelecimento, na Rua Dirceu Lopes, 346, Centro de Pedro Leopoldo. No bolso, Orlando tinha R$ 900 e mais dois documentos, que seriam repassados a outros clientes. Os números das habilitações não constam dos registros do Detran, apesar de o papel ser idêntico ao usado pelo órgão. A perícia confirmará a origem do material.

Cada documento era vendido a R$ 1,1 mil, em duas parcelas. A primeira, de R$ 200, era paga no momento da encomenda e o restante, no ato da entrega. Aos policiais, Orlando disse ser apenas um intermediário. Para cada negócio que fechava, ganhava R$ 50 ou R$ 100. Quem se encarregava da falsificação e ficava com a maior parte do dinheiro, segundo ele teria dito, era um agente de polícia identificado como Marcos e conhecido na cidade como Frangão. O esquema funcionaria há pelo menos nove meses, com várias habilitações já vendidas.

Milton foi autuado em flagrante por uso de documento falso e levado à Cadeia Pública do município. Orlando vai responder por falsificação, mas passou mal e teve de ser internado. O policial suspeito deve ser intimado nos próximos dias.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 211 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal