Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/07/2008 - Brasília em Tempo Real Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil encontra duas malas com R$ 1,6 milhões em notas falsas


Duas malas cinzas com R$ 1,6 milhão em notas falsas de 100 e 50 reais foram encontradas dentro da casa de Leandro Félix Graciano de Jesus, 23 anos, detido depois de roubar quatro rodas de um carro na noite desta quinta-feira (10/07). A apreensão foi feita durante uma operação de busca e apreensão na residência do rapaz no Setor de Oficinas do Núcleo Bandeirante, nesta sexta-feira (11/07).

Segundo o delegado chefe-adjunto da 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), Rodrigo Telho, a falsificação grosseira das notas não caracteriza o crime de moeda falsa. "Essas malas podem ter sido usadas em crimes de estelionato. Registramos quatro ocorrências na delegacia onde os estelionatórios usavam as maletas", afirmou.

Na noite desta quinta, Leandro e Marcos Valério Freza, 43 anos, foram presos em frente ao colégio Setor Oeste, na quadra 912 da Asa Sul. Eles foram perseguidos pelo veículo do Grupo Tático da Polícia Militar por dez minutos. A dupla confessou o crime, segundo o delegado, e assumiu que revendia as rodas e pneus na borracharia onde trabalhavam no Posto Shell do Núcleo Bandeirante.

A Polícia Civil foi ao local de trabalho dos suspeitos e apreendeu 41 pneus, 45 rodas e 11 kits completos (pneu e roda). Em seguida, ao chegar na casa de Leandro encontrou R$ 500 mil em notas de 100 reais e R$ 1,1 milhões em notas de 50 reais. Todas as cédulas estavam organizadas em blocos de R$ 100 mil ou R$ 50 mil enroladas em uma faixa do Banco Central.

Porém, foi verificado que somente as primeiras quatro notas dos montes eram verdadeiras. "Em algumas delas é possível ver escrito 'sem valor', por isso não dá para enquadrá-los no crime de moeda falsa", explicou o delgado da 1ªDP.

Os criminosos continuam presos na delegacia da Asa Sul. Eles respondem pelo crime de tentativa de furto, que varia de um a quatro anos de prisão, e receptação do carro Santana, placa DUW-2222(SP), cuja a pena é a mesma. Os acusados serão encaminhados para à carceragem da Delegacia de Polícia Especializada (DPE).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 303 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal