Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

10/07/2008 - Folha do ES Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-líder comunitário é preso suspeito de dar golpe em aposentada

Por: Wellington Cacemiro


O ex-líder comunitário José Tavares Silva foi preso na manhã de terça-feira no distrito de Itaóca, suspeito de estelionato. Uma ex-vizinha de 73 anos acusa-o de má-fé. A denunciante, identificada como Ana Maria Delabela Gomes, mora atualmente na localidade de Prosperidade, na zona rural de Vargem Alta. Ela procurou a Delegacia da Mulher, localizada na Rua 25 de Março, por orientação de funcionários do INSS.

Viúva há vinte e seis anos a idosa vive na companhia de quatro filhos e recebe dois benefícios do Instituto – uma pensão deixada pelo marido morto e uma aposentadoria como trabalhadora rural. Ambos no valor de um salário-mínimo cada um.

A suspeita de golpe surgiu porquê, há sete meses atrás, José Tavares, que trabalha como corretor para uma financeira, teria oferecido um empréstimo consignado à vítima. “Ela disse que estava com o barraco para terminar. Fomos à empresa, fizeram uma avaliação e descobriram que ela tinha saldo disponível. O empréstimo tomado foi de R$ 1,8 mil. Ela sacou o dinheiro e, com pouco tempo, cerca de um mês, vendeu o barraco e foi para Vargem Alta” contou o acusado que já presidiu a associação de moradores local.

Depois disso, segundo dados do auto de prisão em flagrante, a mulher parou de receber parte do pagamento feito pela Caixa Econômica Federal (CEF). Pior: o valor mensal do benefício recebido foi baixando até que, este mês, a vítima recebeu apenas R$ 267,00.

“O preso tem que responder o que aconteceu com esse dinheiro. Onde está? Nem um dos filhos se apoderou . Na declaração a vítima disse estar passando necessidade” explicou a delegada Ancila Zanol. Com base na denúncia ela autuou o suspeito no Estatuto do Idoso.

Arma desaparecida é apreendida em poder de serrador

O serrador Ediziomar Rainha de Melo, 32 anos, morador do Bairro Amaral, foi preso na noite de terça-feira, por volta de 22h, na localidade de São Paulinho, na zona rural de Presidente Kennedy, acusado de posse ilegal de arma. Com ele militares da 9ª Companhia Independente da PM apreenderam um revólver calibre 38 com o brasão da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES). A arma pertence a um Cabo PM lotado no 9º Batalhão, em Cachoeiro, e extraviou-se em um acidente de trânsito envolvendo uma motocicleta.

No momento da prisão o suspeito dirigia um automóvel Fiat Pálio, ano 97, cor azul, placas LBO 7466 (Guarapari). O revólver estava sobre o painel do carro. Ediziomar disse ter comprado-o de uma pessoa identificada como Júnior Silveira, morador do Bairro Caiçara. A transação teria ocorrido no último dia 3.

Um terceiro suspeito – Jolivan – também está sendo procurado pela polícia. Morador de Marataízes teria sido este homem quem acompanhou o serrador à residência do vendedor. Com base na suspeita de que também estivesse em São Paulinho em um automóvel Fiat Uno, de cor branca, os policiais pediram reforço e montaram um cerco para tentar capturá-lo. Ele, no entanto, não foi localizado.

Menor suspeito de homicídio é preso com drogas

Um adolescente de 16 anos foi preso na noite de terça-feira, por volta de 22h20, na Rua Valdeci Savignon, no Bairro São Francisco de Assis (Km 90), acusado de tráfico de drogas. Com ele foram apreendidas 14 pedras de crack, dois telefones celulares e um cordão de prata.

Ao ver a viatura da polícia o menor ainda tentou fugir. Ele teria jogado o entorpecente no chão. Foi, no entanto, dominado e encaminhado para o Departamento de Polícia Judiciária (DPJ).

Indagado sobre os aparelhos o traficante disse ser produto da troca de pedra com viciados e que, portanto, não saberia informar seus números. Na delegacia, contudo, um dos telefones tocou. Sem saber que falava com um policial a pessoa, do outro lado da linha, perguntou se o menor teria crack para ela. Ao perceber que o interlocutor não era o adolescente o autor da ligação desligou. O número da chamada era restrito, mas a polícia acredita que, com base na agenda do celular, seja possível localizar outras pessoas envolvidas no esquema.

O menor preso já esteve detido na UNICI – antigo Centro de Triagem – suspeito de envolvimento em um homicídio no Bairro Zumbi.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 247 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal