Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

05/07/2008 - Diário de Cuiabá Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Homem é preso ao se passar por advogado no presídio


Policiais militares prenderam ontem de manhã Neilton Silva Barros, de 47 anos, que conseguiu entrar na Penitenciária Central do Estado (antigo Pascoal Ramos) se passando por advogado. Para ter acesso ao presídio e visitar o detento Alexandre Bertúlio, ele usou documentos falsificados em nome de um advogado que atua em Cuiabá. Na saída, um PM desconfiou do suposto advogado e solicitou a carteira da OAB descobrindo a falsa.

“Ele (Neilton) desconversou. Disse que deixou no carro (a carteira) e iria trazê-la. Um policial o observou de longe. Assim que entrou na picape Mitsubishi L 200 dele, saiu em alta velocidade em direção ao centro da cidade. Então, fomos atrás em perseguição e o detivemos, cerca de dois quilômetros depois”, informou um dos policiais. De lá, foi levado para a Delegacia do Complexo do Coxipó e autuado por falsificação de documento público.

Lá, ele confessou que estava usando uma procuração falsa para poder entrar no presídio, mas não forneceu detalhes sobre sua verdadeira intenção. Os policiais suspeitam que ele tenha entregue algum produto proibido ao detento. Como não existe uma fiscalização maior dentro da unidade prisional, é possível que ele tenha tido contato com outro preso. “A maior parte de produtos como celulares e droga não cai do céu. Chegam até os detentos através de visitas. Em cada revista apreendemos drogas e vários celulares. Alguém está levando esses produtos até os detentos”, lembrou um policial.

Conforme os PMs, para se passar por advogado, ele usou documentos falsificados em nome de um advogado de Cuiabá, o que não levantou suspeita. O advogado em questão está devidamente inscrito na OAB de Mato Grosso. Com o documento, visitou o detento no horário destinado a advogados. Neilton estava acompanhado do filho dele, que atua como estagiário do curso de Direito, em Cuiabá. Esse detalhe ajudou na farsa que foi descoberta por um policial que fica no setor de entrada.

O comandante do Batalhão de Guardas, major Maurício Domingues, explicou que é procedimento de rotina a checagem de documentação das pessoas que adentram a unidade, com devido respeitando aos cidadãos.

As investigações serão continuadas pela Delegacia do Coxipó. O advogado será chamado nos próximos dias para esclarecer o motivo de seu nome ter sido usado por um falsário. (AR)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 294 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal