Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/07/2008 - Jornal Agora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operação investiga fraudes no recolhimento de ICMS em Rio Grande


A Secretaria da Fazenda, em parceria com o Ministério Público Estadual, realizou na tarde de terça-feira, 1º, operação onde foi cumprido mandado de busca e apreensão no município do Rio Grande. A ação faz parte da mesma operação realizada segunda-feira, 30, em Porto Alegre e Canoas, que resultou na prisão de um fraudador de guias de ICMS que agia nos ramos de transporte de cargas e orizicultura. Em Rio Grande, outro fraudador, do ramo de pescado, utilizava o mesmo esquema de sonegação fiscal. A fiscalização da Receita Estadual irá avaliar a possível responsabilização de empresas e de produtores rurais nas fraudes cometidas. O montante da fraude ainda está sendo apurado.

As investigações iniciaram-se em 2007, quando a Receita Estadual encaminhou ao MP notícia de fraudes cometidas em guias de arrecadação do ICMS. O Posto Fiscal de Torres autuou diversas empresas que saíam do Estado portando comprovantes de pagamento de ICMS falsos ou adulterados. Com essas informações, a Receita Estadual e o MP passaram a monitorar as ações desenvolvidas pelos articuladores do esquema criminoso. A partir desses indícios, e com base no trabalho de investigação realizado pela Receita Estadual e pelo MP, foram identificadas diversas empresas e produtores rurais que o criminoso utilizava para realizar as fraudes e remeter pescado para fora do Estado.

Participaram das operações servidores da Agência da Fazenda Estadual do Rio Grande e da Delegacia da Fazenda de Pelotas, promotores do Ministério Público Estadual e integrantes da força-tarefa do MP. O diretor da Receita Estadual, Júlio César Grazziotin, destacou que "a intensificação da parceria com o Ministério Público permitiu a agilização dos trabalhos conjuntos, que no caso desta operação estão sendo realizados simultaneamente pelos dois órgãos. Isso aumenta a percepção de risco nos contribuintes que não agem corretamente."

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 253 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal