Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/07/2008 - Jornal A Tribuna Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia divulga foto de golpista

Por: Marcio Costa|da


A Central de Polícia (CP) divulgou ontem a fotografia do acusado de estelionato responsável por ter aplicado o golpe do falso curso de culinária na Região Carbonífera. Ao todo, 107 pessoas foram vítimas dele, que fugiu levando R$ 16 mil e deixou outros R$ 28 mil em dívidas. Os candidatos pagaram até R$ 120 por aulas profissionalizantes de decoração de bolos com pasta americana, salgados e produtos industrializados. A foto do golpista foi entregue ontem à polícia por uma das vítimas.

Segundo o delegado Vitor Bianco Júnior, encarregado do caso, a polícia vai divulgar a fotografia do criminoso no sistema da Polícia Civil de Santa Catarina. "Esperamos encontrá-lo por meio do cadastro de pessoas procuradas pela polícia", explica. Ainda de acordo com o delegado, não foi possível identificar o nome verdadeiro do homem, que se apresentava às pessoas como Saturnino Santos Pinheiro. O falsário atendia às vítimas em uma sala alugada na rua João Pessoa, no Centro da cidade, onde permaneceu por 30 dias.

Policiais farão diligências para encontrar homem

O delegado disse que também pretende iniciar diligências paralelamente às investigações no sistema da Polícia Civil catarinense, a fim de descobrir o paradeiro do estelionatário. O trabalho será feito com base nos depoimentos das vítimas e por meio de perícia em cheques e documentos repassados por ele na cidade. Além de candidatos ao falso curso de culinária, empresas de comunicação, como rádio, tevê e jornal também levaram calote do criminoso. "Ele anunciou o curso em diversos órgãos de imprensa da região", contou uma vítima.

A polícia continua recebendo queixas de pessoas que caíram no golpe. Na tarde de ontem, por exemplo, novos boletins de ocorrência foram registrados na CP. Informações preliminares dão conta de que o falsário usava um CPF de Criciúma, tinha um título de eleitor de Maceió, e se apresentava com o nome falso. A suspeita é de que ele esteja usando o nome de uma pessoa falecida. Segundo a polícia, o homem chegou a abrir uma conta em um banco de Criciúma, de onde o dinheiro do curso foi sacado na última sexta-feira.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 531 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal