Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/07/2008 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Secretaria de Educação do DF descobre passes estudantis falsos


A Secretaria de Educação do Distrito Federal descobriu passes estudantis falsos, usados em transporte de alunos da área rural. Os funcionários desconfiaram das fraudes no começo do mês passado. Depois de fazer a contagem, a secretaria percebeu que a quantidade de passes entregues por uma empresa de transporte era maior do que o número utilizado pelos alunos.

A secretaria encontrou 35 mil passes falsos entre os 600 mil que foram verificados. O fato foi comunicado à Corregedoria Geral do Distrito Federal e à Polícia Civil.

Todos os meses são distribuídos 600 mil passes para antender os alunos da área rural do DF. Os passes falsificados relativos à abril e maio somam mais de 170 mil. Como cada um deles custa R$ 1, a Secretaria de Educação foi lesada em R$ 170 mil. Com esse dinheiro, o governo poderia ter pago a merenda escolar completa de quase 69 mil alunos em apenas um mês.

Os passes falsificados eram utilizados por alunos da rede pública do Paranoá em duas empresas de ônibus. Para não levantar suspeitas, os falsificados ou vencidos eram colocados no meio do bolo dos passes verdadeiros, presos por um elástico. Os bilhetes falsos não revelam a marca d'água quando colocados em contato com a água sanitária.

Passes relativos aos últimos cinco anos, que estão guardados na Secretaria de Educação, também vão ser investigados. O governo solicitou à Secretaria de Transportes que estenda os cartões magnéticos às linhas que atendem e transportam as crianças para as escolas da área rural.

O corregedor disse ainda que vai reforçar o controle interno dos passes. A Polícia Civil está investigando o caso. A Secretaria de Educação já começou a descontar das empresas o dinheiro pago pelos passes falsificados e R$ 35 mil já retornaram aos cofres públicos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 222 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal