Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/07/2008 - O Povo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia descobre esquema de falsificação de carteiras

Por: Tiago Braga


Policiais da Delegacia Regional de Iguatu estão investigando uma quadrilha de falsificadores de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) que atuava no município de Jucás, no Centro-Sul do Estado, desde novembro do ano passado. Pelo menos 25 moradores da cidade teriam comprado o documento falso a um preço que variava de R$ 800 a R$ 1.200. As carteiras eram confeccionadas no Rio Grande do Norte.

Segundo a Polícia, dois interlocutores da quadrilha que atuavam no município foram identificados: Francisco Naldo Antunes de Souza e o sargento reformado da Polícia Militar do Ceará, José Vianê Fernandes de Oliveira. O último está foragido. "Eles faziam contato com as pessoas para oferecer as carteiras e ficavam com R$ 50 cada um. O restante era depositado em uma conta-corrente no Rio Grande do Norte", explica o promotor de Justiça da Comarca de Jucás, Alexandre Paschoal Konstantinou, que instaurou o inquérito policial e encaminhou o caso para a delegacia de Iguatu.

De acordo com Jurandir Costa, titular da Delegacia de Iguatu, foram apreendidos comprovantes de depósitos e cerca de 15 carteiras falsas, que já foram encaminhadas para a perícia. "Algumas foram rasgadas e extraviadas pelas pessoas que compraram. Elas têm medo porque também poderão responder por crime de uso de falso documento e corrupção", diz.

"Essas pessoas obtinham a carteira sem a realização de nenhum exame. Entregavam a xérox da carteira de identidade, do Cadastro da Pessoa Física (CPF), assinavam um papel em branco e pagavam metade do dinheiro", explica o sargento Bandeira, que também participou das investigações. O esquema foi descoberto após denúncia de um agricultor que havia adquirido uma das carteiras falsas. Como a cidade de Jucás não possui delegacia, a investigação inicial ficou por conta dos policiais militares e do Ministério Público.

Um dos envolvidos no Estado do Rio Grande do Norte já foi identificado. "Era ele quem fazia todo o esquema dentro do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de lá. Mas ainda não podemos divulgar o nome", informa o delegado Jurandir Costa. Ele diz que ainda não pode afirmar se há a participação de funcionários do Detran. "O segredo está no Rio Grande do Norte. É essa pessoa quem sabe como funciona todo o esquema. Mas ainda estamos investigando", finaliza.

E-Mais

O delegado Jurandir Costa acredita que há mais pessoas envolvidas na quadrilha, que também deve atuar em outros municípios do Estado.

Segundo a Polícia, um dos acusados, Francisco Naldo Antunes de Souza, disse em depoimento ter entrado na quadrilha após conhecer uma pessoa em Fortaleza que ofereceu o esquema caso ele precisasse de uma carteira de habilitação. O delegado Jurandir Costa está estudando a possibilidade de pedir a
prisão preventiva de Francisco Naldo.

De acordo com o inspetor Stênio Pires, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), seis carteiras de motorista falsas foram apreendidas este ano, entre janeiro e abril, nas estradas federais que cortam o Estado.

Para tirar a carteira de habilitação no Detran, o candidato tem de passar
por uma série de testes: exame de aptidão física e mental, avaliação
psicológica e provas de legislação e de prática de direção.

O QUE DIZ A LEI

A pena prevista para o crime de uso de documento falso (artigo 304 do Código Penal Brasileiro) é de dois a seis anos de prisão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 364 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal