Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/06/2008 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Escola de inglês dá golpe na Lapa

Por: Fábio Mazzitelli


SÃO PAULO - De uma semana para outra, uma unidade franqueada da escola de idiomas Wisdom esvaziou o imóvel, fechou as portas e deixou 'órfãos' cerca de 100 estudantes e professores. Os sócios que respondiam pelas franquias da Lapa, na zona oeste, e do Ibirapuera, na zona sul, estão desaparecidos.

O caso é tratado pela polícia como estelionato, natureza do inquérito policial aberto no 7 DP (Lapa), após seguidos boletins de ocorrência registrados por alunos da unidade, que passaram as últimas três semanas sustando cheques pré-datados ou cancelando pagamentos feitos no cartão de crédito.

- Mesmo sem aula, descontaram um cheque de R$ 140 no dia 5 de junho. Meu filho chegou para fazer a prova e viu a escola fechada. Até hoje não sabemos o que aconteceu - conta o taxista Maurício Gigov.


O fechamento-surpresa começou a ser ensaiado na semana do feriado de Corpus Christi. A partir de 19 de maio, os alunos da franquia da Lapa começaram a ser avisados de que as aulas seriam suspensas na semana seguinte para a antecipação das férias de julho dos funcionários. No discurso, a promessa de que tudo voltaria ao normal em 2 de junho.

- Cheguei lá na semana seguinte e um comerciante vizinho falou que, na semana anterior, tiraram os móveis. A gente ficou a ver navios - afirma o administrador de empresas Sérgio Favaron, de 47 anos.

- A professora também não sabia. Com ela, foi pior ainda. A carteira profissional dela ficou presa.

As mensalidades da Wisdom da Lapa, localizada no número 228 da Rua Barão de Jundiaí, variavam de R$ 140 a R$ 300, dependendo da carga horária. Os pagamentos eram feitos de forma antecipada, no ato da matrícula. Os cursos tinham de seis meses a um ano de duração. Na unidade, estudavam cerca de 100 alunos.

- É estranho a escola não ter procurado as vítimas. Se houvesse boa-fé, teriam feito algo. É esse o caminho transparente e lícito. Vamos averiguar quem são os responsáveis pela franquia - diz o delegado titular do 7 DP (Lapa), Renato Ferreira.

O franqueador Wisdom, que já teve Pelé como garoto-propaganda, é de Curitiba (PR) e comercializa a marca com empresários que controlam as unidades de forma autônoma. Os sócios das escolas da Lapa e do Ibirapuera eram os mesmos. As duas fecharam neste ano.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 257 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal