Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS



Promoção BLACK WEEK. Até o dia 02/12 valor promocional para o Treinamento sobre Fraudes Crédito e Comércio ! CLIQUE AQUI.


Acompanhe nosso Twitter

22/06/2008 - Correio da Bahia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso acusado de aplicar golpes contra operadora

Por: Bruno Wendel


Acusado de fraudar a companhia telefônica Oi, antiga Telemar, cobrando dinheiro para reduzir o valor de contas telefônicas, o atendente Jean Marcel Barros Silva, 24 anos, foi preso anteontem à tarde, na sede da Contax, empresa que presta serviços de call center, localizada no Campo da Pólvora, onde trabalhava.

De acordo com um relatório da Superintendência de Inteligência da Polícia Civil, ele faz parte de uma quadrilha especializada neste tipo de golpe que vem agindo na Bahia, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Os prejuízos ainda estão sendo levantados, mas há fortes indícios de que Jean seja remanescente da quadrilha presa em dezembro do ano passado, cujos nove integrantes teriam aplicado golpes na Oi com danos estimados em R$6 milhões anuais.

Segundo o delegado Antônio Cláudio Oliveira, titular da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), Jean vinha sendo investigado há cerca de um ano pelo Departamento de Crimes contra o Patrimônio (DCCP) depois que auditores da Oi descobriram que, no local de trabalho, ele usava o processo de contestação – em que clientes descordam dos valores cobrados pelos serviços prestados pela companhia – para reduzir os valores das contas telefônicas de até R$6 mil para 0,30, limite mínimo de redução, mediante pagamento, que variava de R$300 a R$1 mil. Isso era possível porque o acusado usava uma senha de um funcionário fantasma da Oi de Minas Gerais, provavelmente criado pelos demais integrantes da quadrilha que estão sendo investigados nos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Jean seria um dos remanescentes do bando preso em 18 de dezembro do ano passado que aplicava golpes para obter vantagens financeiras: colocavam altos valores em créditos nas linhas telefônicas de clientes, instalavam Velox (conexão à internet banda larga) e ainda religavam linhas de telefones que estavam desativadas sem o faturamento de conta. Ele foi autuado em flagrante por estelionato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1012 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal