Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

20/06/2008 - Cosmo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatários são presos em flagrante

Por: Adagoberto Baptista


Três golpistas foram presos, quando compravam um carro com documentos falsos, na tarde de quinta-feira (19), em loja da Vila Nova, em Campinas.

A intenção era sair do estabelecimento comercial com um Vectra, avaliado em R$ 48 mil, financiado, cujo pagamento não ocorreria. Policiais civis do Setor de Furto e Roubo de Veículos (SFRV) da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Campinas foram acionados e surpreenderam os suspeitos antes de o golpe se concretizar.

Um deles estava com os documentos falsos dentro da loja e aguardava a liberação do cadastro para deixar o local com o Vectra, e estava acompanhado por um amigo. O terceiro acusado estava dentro de um Fiat Palio, estacionado perto da loja. O trio foi levado para a DIG e autuado em flagrante por estelionato pelo delegado Rui Flávio Pegolo. Depois os presos foram mandados para a cadeia anexa ao 2º Distrito Policial (São Bernardo).

Os acusados foram identificados como Rodrigo Antônio Marques da Silva, de 25 anos, que usava documentos falsos em nome de Jorge, Sandro André Lopes Pacheco de Amorim, de 30 anos, e Jonas Prado, de 39 anos. Todos disseram ser moradores da Grande São Paulo.

Segundo o delegado Rui Pegolo, a investigação sobre a atuação dos detidos continua, pois os homens podem ter aplicado outros golpes na região. A equipe Fox 6 do SFRV descobriu, por exemplo, que na mesma loja em que o trio agia na quinta-feira (19), um outro homem comprou um Fox, faz cerca de dez dias, e também usou documentação fajuta. Este outro golpista foi citado pelo acusado Rodrigo, quando tentava a aquisição do Vectra.

A audácia dos golpistas era tão grande que estiveram na loja da Avenida Doutor Theodureto de Almeida Camargo na quarta-feira (18), a fim de que fosse aberto um cadastro para a aquisição do veículo. Foram deixados diversos documentos, como cédula de identidade, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), holerite e até uma cópia de declaração de Imposto de Renda em nome de Jorge Francisco da Silva. O trio voltou à loja na quinta-feira (19).

O suspeito Rodrigo era quem se passava por Jorge, entrou no local, acompanhado de Sandro. Jacó ficou no Palio em que os golpistas viajaram de São Paulo a Campinas.

Segundo policiais civis da equipe Fox 6 do Setor de Furto e Roubo de Veículos (SFRV), funcionário do banco que faz a financiamento dos carros desconfiou dos documentos, após lembrar que fazia alguns dias um golpe tinha sido aplicado no mesmo local. Quando os policiais chegaram na loja, detiveram os suspeitos.

Rodrigo relatou ao delegado do SFRV, Rui Pegolo, que tentava mesmo comprar o carro financiado e que tinha comprado os documentos na Praça da Sé, na Capital, porque tinha "nome sujo na praça" e não poderia efetuar a aquisição com a identidade verdadeira. "Os suspeitos podem ter aplicado outros golpes na Capital ou na nossa região", afirmou o delegado Pegolo.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 949 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal