Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/06/2008 - Imirante.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Falso dentista é preso em flagrante no São Raimundo


SÃO LUÍS - Uma ação conjunta do Conselho Regional de Odontologia do Maranhão (CRO-MA), Vigilância Sanitária Municipal de São Luís e Promotoria de Saúde resultou na prisão em flagrante do falso dentista, João Augusto Marques Guerra, na manhã desta segunda-feira em um consultório localizado no bairro do São Raimundo. Ele foi detido na delegacia da Cidade Operária e deverá responder a crime de exercício ilegal da profissão, previsto no artigo 282 do Código Penal.

Fiscais do CRO-MA, da Vigilância Sanitária de São Luís e o promotor de Saúde, Herberth Figueiredo, chegaram ao local após uma denúncia. João Guerra fazia a extração do dente de uma criança de dois anos quando foi surpreendido pela operação. Ele tentou convencer os fiscais da Vigilância e do CRO-MA de que uma pessoa por nome Pedro, segundo ele cirurgião-dentista, era o responsável pelo consultório, mas não conseguiu provar a informação.

Além da interdição do consultório, que funcionava na avenida Tibiri Qd. 103 n º3, no Conjunto São Raimundo, foram apreendidos equipamentos como cadeiras, equipo e estufa e medicamentos odontológicos entre os quais anestésicos com prazo de validade vencido. Também foram encontrados no local blocos de receituário, atestados médicos e orçamentos de tratamentos odontológicos recém contratados. O fiscal da VS, Etevaldo Castro, informou, também, que o local funcionava sem licença da Vigilância Sanitária. “Trabalho desse tipo compromete a saúde da população”, resumiu.

O fiscal do CRO-MA, Mário Carvalho, disse que a denúncia chegou ao Conselho e foi repassada para a Vigilância Sanitária e para o Ministério Público. De acordo com o fiscal, o falso dentista disse que fazia o terceiro período do curso de odontologia em uma universidade particular de São Luís, mas que havia trancado.

“Para nós isso não interessa. A pessoa para exercer a atividade de dentista deve estar formada e registrada no Conselho”, explicou Mário Carvalho. Desde 1964 – quando foram criados os Conselhos Federal e Regional de Odontologia – que essa exigência vem sendo feita. Do contrário, quem realiza tratamento odontológico sem diploma e registro nos CROs está praticando o exercício ilegal da profissão.

Segundo o promotor de justiça Herberth Figueiredo, somente neste ano seis consultórios foram fechados em São Luís. Ele explicou que além do CRO-MA e da Vigilância Sanitárias a população pode ajudar denunciando esses falsos dentistas. Ele disse que após receber a denúncia é feita uma investigação prévia para confirmar o crime.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 192 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal