Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

31/05/2008 - O Debate Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Hacktivismo ganha força no mundo


A maior parte dos crimes cibernéticos são cometidos com o objetivo de angariar fundos, ou seja, roubar dinheiro dos usuários de Internet.

Porém, um outro tipo de atividade maliciosa com foco completamente diferente parece ganhar cada vez mais força - o Hacktivismo. Este pode ser explicado com a combinação de "hacking" e "ativismo", que é tradicionalmente baseado em questões culturais e geopolíticas, ou pode ser entendido como a forma de escrever o código fonte, ou até mesmo manipular bits, para fomentar ideologia política - promovendo expressão política, liberdade de expressão, direitos humanos. Na verdade, os incidentes de Hacktivismo não são novidade. Eles já existem há mais de 20 anos, porém ganharam força nos últimos anos e estão cada vez mais freqüentes e devastadores.

Alguns exemplos notáveis deste tipo de atividade incluem os Ataques Distribuídos de Negação de Serviço (DDoS) contra websites governamentais e corporativos na Estônia. Isto gerou uma discussão mundial sobre a realidade das ameaças dos "ataques virtuais" e seu impacto na infra-estrutura mundial. Atos de Hacktivismo possuem a idéia de que o uso de códigos terão efeitos similares aos do ativismo comum ou manifestações civis. As últimas vítimas recentes são os sites norte-americanos na Europa Oriental, que pertenciam à Radio Free Europe e a Radio Liberty. Outro exemplo é a revista francesa "Capital", que foi supostamente atacada por hackers após uma pesquisa de opinião sobre as Olimpíadas de Pequim. "O ataque, começou no dia 26 de abril, mas rapidamente se espalhou para outros sites, na pesquisa de opinião feita pelo site da revista francesa, a escala atingida foi absurda, foram mais de cinquenta mil acessos falsos por segundo", relatam os pesquisadores da Trend Micro.

Os ataques de Hacktivismo podem não ser novidade, mas estão cada vez mais freqüentes, provavelmente devido a disponibilidade das ferramentas, ou à rede social de mecanismos que são utilizados para agitação política, cultural e de oportunidade. "A probabilidade deste novo modo de operação dos criminosos virtuais tornar-se uma tendência é preocupante", acrescentam.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 183 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal