Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

29/05/2008 - Jornal O Progresso Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PC prende estelionatário que tinha vários nomes


DOURADOS - Investigadores da 2ª Delegacia de Polícia Civil (PC) detiveram, ontem às 15h, na Rua Antônio Emílio de Figueiredo, um homem acusado de estelionato. A PC, até o fechamento desta edição, não sabia qual era o verdadeiro nome do acusado: Paulo César Fernandes ou Valdir César Fernandes. Ele ainda usava o nome do irmão, Nilton César Fernandes, que está preso em Vila Bela da Santíssima Trindade/MT, acusado de homicídio.
O golpista é acusado de comprar um veículo Fiat 147, da cor branca, com placas CPF-5988 de Dourados, de propriedade de Vanderson Pereira Cavalheiro pela quantia de R$ 3 mil no dia 22 de abril. O acusado simulou ter depositado na conta corrente de Vanderson o valor da venda do 147. Num envelope em branco, ele simulou o depósito e mostrou o recibo que continha o valor. Vanderson acreditando que o dinheiro estaria em sua conta, de imediato entregou a chave e o documento do veículo ao estelionatário e então foi embora.
Depois de saber que caiu em um golpe, a vítima foi até a delegacia e registrou um boletim de ocorrência. Investigadores começaram então a procurar pelo acusado, que ontem, foi detido pelos investigadores com o veículo transitando em Dourados, já que, segundo disse aos policiais, ele mora em Ponta Porã.
A esposa do estelionatário, Cristiane Gomes de Souza, de 19 anos, também foi presa. Um bebê de quatro meses, usado pelo casal para praticar crimes, foi entregue ao Conselho Tutelar.
O delegado Gilberto Pereira da Silva investiga a possibilidade do acusado de vários nomes ter praticado outros crimes de estelionato na cidade. A foto está sendo divulgada nesta página e a Polícia Civil pede a colaboração da comunidade para elucidar outros crimes de estelionato com o reconhecimento do acusado. Contatos pelo telefone: (67) 3411-8060 ou 3411-8072.
O acusado ao ser detido pela polícia não portava documentos, o que de imediato dificultou checar o nome verdadeiro. Porém, ao longo do interrogatório, o delegado e investigadores começaram a descobrir dados sobre a vida do estelionatário.
Ele já foi preso em Colorado do Oeste, Rondônia, também por estelionato e segundo disse, ficou preso por 70 dias. Em contato com a polícia de Mato Grosso, descobriu-se que lá ele usava o nome do irmão, Nilton César, que está preso acusado de homicídio.
Os casal foi indiciado por estelionato e está recolhido em uma das celas da DP. (M.H.)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 302 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal