Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/05/2008 - Infonet Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

MP abrirá inquérito para apurar multas falsas

Por: Ben-Hur Correia


O Ministério Público Estadual (MPE) abrirá inquérito civil para apurar as multas falsas atribuídas ao Detran e a SMTT. Na manhã dessa quarta-feira, 28, a promotora Euza Missano reuniu representantes dos dois órgãos públicos e consumidores lesados, numa primeira audiência sobre a questão. Hoje a Delegacia de Defraudações pediu a quebra do sigilo bancário da conta que recebia o pagamento das falsas multas.

De acordo com o delegado Joel Ferreira, os boletos falsos foram emitidos para contas nos bancos Itaú e Bradesco. Ele informou que 12 vítimas do golpe realizaram o depósito do dinheiro no banco Itaú, e dessas, três já foram identificadas. E o banco Bradesco teria afirmado que não houve depósitos na conta indicada no documento falso. “Nós precisamos agora que essas outras nove pessoas se identifiquem comparecendo à delegacia”, diz.

Dois casos de pessoas lesadas pelo golpe chamaram a atenção durante a audiência. O motorista José Amilton Santos, recebeu o documento para pagar o IPVA de um Vectra Sedan Ellegance, mesmo sem ter nenhum veículo em seu nome. Já o aposentado José Vitorino Barbosa, recebeu multas consecutivas em um mesmo documento num valor que já soma R$1.100. “Essas multas não são verdadeiras”, afirma o aposentado.

As vítimas agora contestam também as multas atribuídas a seus veículos, já que supostamente os golpistas teriam tido acesso ao Banco de Dados do Detran. O diretor de atendimento e credenciamento do Detran, Sérgio Murilo Guerra, diz que a base de dados do órgão é compartilhada com todos os departamentos de trânsito dos outros estados. O diretor também disse que a base de dados foi cedida por meio de licitação realizada pelo Dpartamento Nacional de Trânsito - Denatran, a uma empresa privada cadastrada como Check@uto, para verificação de serviços.

Todos os documentos foram postados de Maruim, e distrubuídos pelas agências dos Correios em Aracaju. O MPE passará a ouvir as vítimas em separado para a instauração do inquérito civil.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 192 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal