Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/05/2008 - Extra Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Detran aperta o cerco contra as fraudes na emissão da carteira de motorista

Por: Natalia von Korsch


RIO - Em apenas um mês de funcionamento, o Detran descobriu tentativas de fraude no programa CFC (Centro de Formação de Condutores) Digital, que utiliza a impressão digital de instrutores e alunos de auto-escolas para controlar a frequência durante as aulas e evitar irregularidades no processo de emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Desde o dia 28 de abril, quando o sistema foi implantado, foram muitas as tentativas de burlar os CFCs. Segundo a diretora de habilitação do Detran, Beatriz Diniz, a média é de dez tentativas de fraudes por dia. Apenas na última sexta-feira e nesta terça, 29 ocorrências foram interceptadas pela equipe responsável pelo CFC Digital, vindas de 19 auto-escolas de todo o Estado do Rio.

- Quem perde com isso é o aluno, pois ele terá que repetir a aula que foi fraudada. Mas não queremos prejudicar esse aluno, vamos punir as auto-escolas - disse Beatriz.

Das 598 auto-escolas ativas, 332 já implantaram o sistema de biometria. As demais não podem formar motoristas até se cadastrarem.

O presidente do Detran, Antônio Francisco Neto, declarou guerra às auto-escolas que tentam burlar os CFCs. De acordo com ele, as equipes de fiscalização vão combater imediatamente as tentativas de fraude.

- Vamos fazer vistorias na hora certa. Acabaram as auto-escolas picaretas, pois o sistema é antifraude. As que tentarem fraudar serão comunicadas e podem até ser descredenciadas.

Com o novo sistema, quem for tirar a primeira CNH terá que deixar as digitais num dos 66 postos de Habilitação do Detran, assim como assinatura e foto. Atualmente, o departamento possui, em seu banco de dados, as digitais de dois milhões de usuários, recolhidas nos últimos quatro anos em postos que já contavam com o sistema de biometria. Esses dados serão incluídos no Registro Nacional de Condutores Habilitados.

Na etapa seguinte, o usuário faz os exames médico e psicológico em clínicas, onde a identificação também é por meio de digitais. Os dados sobre os exames (clínica, médico que atestou, etc.) são incluídos no cadastro do usuário no Detran. O próximo passo é ir ao CFC - antes e depois de cada aula, o usuário é identificado pelas digitais, o que não acontecia antes

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 196 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal