Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/05/2008 - Invertia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

AOL Time Warner: 8 ex-executivos são processados por fraude


A Comissão da Bolsa de Valores dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) entrou com processo contra oito ex-executivos da AOL Time Warner, por ações fraudulentas que levaram a superestimar em mais de US$ 1 bilhão os faturamentos publicitários da companhia. As reivindicações civis foram apresentadas perante um tribunal federal em Nova York, informou a SEC em comunicado de imprensa.

Um dos processos envolve John Michael Kelly, ex-diretor financeiro da empresa; Joseph Ripp, ex-diretor financeiro na divisão da AOL; Steven Rindner, executivo em Assuntos Empresariais e Mark Wovsaniker, chefe do departamento de Política Contábil.

A entidade que supervisiona os mercados financeiros nos EUA alega que todos eles, pelo menos entre meados de 2000 e 2002, planejaram e executaram transações fraudulentas nas quais facilitavam fundos para aquisições de propaganda na Internet a compradores que não queriam ou não tinham necessidade disso.

"A receita por publicidade era uma medida-chave mediante a qual analistas e investidores avaliavam a companhia", assinala a SEC. Os ex-executivos mencionados "fizeram ou tiveram uma contribuição importante" em relatórios a investidores que incluíam os resultados financeiros fraudulentos da empresa, segundo a entidade.

A SEC reivindica, aos supostos implicados, os fundos obtidos com essas práticas ilegais e pede sanções e multas contra eles. A segunda ação menciona David Colburn, Eric Keller, James MacGuidwin e Jay Rappaport, antigos executivos também da AOL Time Warner.

A SEC considera que essas pessoas "participaram de um plano para inflar de maneira artificial os ingressos por publicidade na internet da companhia". Os quatro chegaram a um acordo com a SEC para resolver as alegações e terão que devolver fundos e pagar multas, que podem chegar a US$ 8 milhões. A AOL é agora uma divisão da Time Warner.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 282 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal