Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/05/2008 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Orkut apaga comunidades com 'chave' para destrancar álbuns

Por: Juliana Carpanez


Diversas comunidades que prometiam abrir os cadeados de álbuns trancados do Orkut foram excluídas do site de relacionamentos nesta semana. Quando o internauta usava esses links fraudulentos para tentar abrir álbuns, era enganado e acrescentava involuntariamente em seu perfil diversas comunidades. Entre elas, “Quero um amor pra vida toda”, “Universidade hacker”, “Linkin Park”, “Dou risada quando não pode” e “Te incomodo?? Que peeena!”.

Os links apareciam na descrição de muitas comunidades - todas sobre o cadeado usado para trancar álbuns - e foram substituídos pela mensagem [content suppressed]. Depois disso, muitos desses grupos foram apagados, desaparecendo do site de relacionamentos. No entanto, é possível encontrar pelo menos um deles na rede social do Google, ainda propagando o link fraudulento.

“Adotamos a prática do bloqueio de links para reduzir a quantidade de spam no Orkut, pois mais de 90% dessas mensagens fraudulentas levavam o internauta para outros sites. Trata-se de uma medida de segurança para reduzir os riscos do usuário”, explicou Félix Ximenes, diretor de comunicação do Google Brasil.

Segundo o executivo, essa precaução é feita de forma automática. Quando o sistema identifica uma comunidade criada com o único objetivo de propagar links para levar o internauta fora do Orkut, ela é retirada do ar. A empresa de segurança Sophos afirma que, a cada dia, são identificados 23,3 mil sites relacionados a spam, sendo que essas páginas têm freqüentemente o objetivo de infectar o computador dos visitantes.

Populares

O golpe que promete a “chave” para cadeados do Orkut tem como principal meta aumentar o número de usuários associados a diversas comunidades, que não necessariamente compactuam com essa estratégia. Uma delas chega a somar mais de 3,3 milhões de associados. Outra agradece aos “100 mil membros que atingimos em 06/05/2008”, como se todos os internautas tivessem se ligado voluntariamente a esse grupo.

Renato Garcia, um dos moderadores da “Te incomodo?? Que peeena!” (3,3 milhões de pessoas), afirmou ao G1 que ele e seus parceiros não incentivam o uso de códigos maliciosos nem os disponibilizam na descrição da comunidade. “Quase todos os membros são reais e não há importância para nós aumentarmos esse número com membros que entram sem sua vontade”, continuou. Segundo Garcia, esse golpe pode ter o objetivo de desfavorecer e prejudicar a comunidade, passando a impressão que o dono ou seus moderadores são responsáveis pela divulgação de links fraudulentos.

Alerta

"Com a popularização das redes sociais, os riscos e problemas de segurança e privacidade também aumentaram. O Orkut virou pretexto para o envio de e-mails fraudulentos, e mensagens falsas induziram os usuários a baixar arquivos maliciosos sob a alegação de que eram correções para falhas", conta Tiago Capoano, da EsyWorld (representante no Brasil da empresa de segurança Kaspersky). "Mais recentemente, o site passou a ser usado para a disseminação de mensagens em massa para a popularização de certas comunidades."

Ao utilizar os links sugeridos para abrir os cadeados, alerta o especialista, também existe a possibilidade de os internautas instalarem em seus PCs códigos conhecidos como cavalos de Tróia. Eles podem repassar para os hackers informações armazenadas na máquina e, com isso, permitir transferências bancárias sem o conhecimento do titular da conta, por exemplo.

Para evitar essas ações, Capoano aconselha os usuários das redes sociais a tomarem os mesmos cuidados referentes às contas de e-mail: não clique em links desconhecidos e desconfie de mensagens com conteúdo inusitado, ameaçador ou muito vantajoso. Além disso, ele lembra da importância de manter o navegador atualizado, assim como os programas de segurança. Clique aqui para saber como se defender dos golpes virtuais.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 217 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal