Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

01/05/2008 - JC Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estudante forja seqüestro para extorquir dinheiro da família


A Polícia Rodoviária Federal da Paraíba desvendou na madrugada desta quinta-feira (1º de maio) um caso de falso seqüestro. O acusado é o estudante pernambucano Josildo Telles Alves Veloso, de 21 anos, que estaria tentando extorquir dinheiro do próprio pai, que mora em Itapissuma, Litoral Norte de Pernambuco. O jovem foi preso por volta das 2h, depois que uma equipe do Núcleo de Operações Especiais da Paraíba mandou parar um veículo GM Monza, conduzido pelo presidiário Ismael Cesário da Silva, 29, acusado de cometer crimes de homicídio, porte ilegal de arma e tráfico de entorpecentes.

Com Ismael, que cumpre pena na Penitenciária Agroindustrial São João, em Itamaracá, foram encontrados R$ 3 mil em espécie. Questionado sobre a origem do dinheiro, o presidiário entrou em contradições. A Polícia então verificou as últimas ligações recebidas e efetuadas no aparelho celular de Ismael. Foram encontradas várias ligações de uma pessoa que estava esperando por ele, próximo a um posto de combustível em João Pessoa.

Ismael Cesário confessou que o dinheiro seria para o pagamento do resgate de uma vítima de seqüestro, que teria sido pego na cidade de Igarassu. O homem que esperava Ismael para pegar o dinheiro era a própria vítima. Josildo Telles Alves Veloso aguardava Ismael em uma motocicleta Honda (placa KGL-4698, Paulista/PE). Segundo a polícia, o estudante saiu de Igarassu, Região Metropolitana do Recife, de moto. Depois, ligou para o pai e disse que havia sido seqüestrado, tendo sido levado para João Pessoa. Na verdade, ele estava tentando extorquir dinheiro da família, forjando o próprio seqüestro.

Os dois foram encaminhados para a 1ª Delegacia Distrital de João Pessoa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 295 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal