Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

01/05/2008 - Folha de São Paulo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende suspeitos de cortar dedos para acionar seguro em SC


A Polícia Civil e o Ministério Público de Santa Catarina investigam um suposto esquema de fraudes envolvendo pessoas que cortaram os próprios dedos para receberem indenizações de seguradoras no Estado. Oito pessoas, entre elas um vereador e um policial militar, já foram presas desde sexta-feira, após ser deflagrada a "Operação Cinco Dedos" -a última prisão foi na segunda-feira.

Ontem a polícia colheu depoimentos em Chapecó, onde estão detidos seis dos suspeitos. Outro suspeito foi detido em São José, e o PM Nadir Weitetzermann está preso em Pinhalzinho.

Os suspeitos, apontam as apurações, contratavam seguro de vida para acidentes pessoais ou contra incêndio. Após cortarem os dedos das mãos ou dos pés, obtinham o dinheiro alegando invalidez pessoal. Os envolvidos recebiam entre R$ 100 e R$ 120 mil, segundo investigações.

Os suspeitos tinham, em geral, contratos com mais de uma operadora. O valor era depositado um mês após o acidente, caso a seguradora não contestasse o pedido. O Ministério Público diz ter indícios de que outras sete pessoas tenham participado. Duas estão foragidas.

Segundo o promotor Eduardo Sens dos Santos, de Modelo, cidade onde funcionou o suposto esquema, os mentores eram o agricultor Moisés Balbinot e o vereador de Sul Brasil Antoninho de Souza (PP). Eles são suspeitos de aliciar os demais integrantes e de cobrar de 20% a 30% do seguro.

Segundo Sens, Balbinot teve três casas incendiadas e cortou cinco dedos dos pés para receber o dinheiro.

A Câmara Municipal de Modelo disse ontem que não comentaria o caso. A reportagem telefonou para a casa de Balbinot, mas foi informada que apenas a mulher do agricultor, que não estava no local, poderia falar sobre o assunto. A polícia não informou o nome dos advogados dos demais suspeitos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 321 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal