Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

30/04/2008 - Gazeta Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas que atuavam no comércio são presos; PC suspeita de envolvimento da quadrilha em assalto a malotes bancários

Por: Letícia Gonçalves


Uma quadrilha de golpistas que atuava no comércio capixaba foi presa pela Polícia Civil. Cinco homens, entre eles um peruano, estão detidos na Divisão de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio desde a última sexta-feira (25). De acordo com o delegado Danilo Bahiense, o golpe da quadrilha consistia na falsificação e adulteração de documentos - como carteiras de identidade e de trabalho - que eram utilizados em compras a prazo no comércio. Na casa utilizada como base pelos golpistas, a polícia encontrou R$ 3 milhões em cheques clonados ou adulterados. Lojas que vendem eletrodomésticos e carros eram as preferidas da quadrilha.

Estão presos o peruano Samuel Otarola Cordova, o técnico em Comunicações Francisco José Brito Pereira, o técnico em Agropecuária Erdinandes Moraes Macedo, o eletricista Richardson Siqueira Quintas e uma quinta pessoa - que a polícia mantém o nome em sigilo para não atrapalhar as investigações. Eles foram autuados por cinco crimes diferentes.

“Eles foram autuados por falsificação de documento público, falsificação de documento particular, uso de documento falsificado, formação de quadrilha e estelionato”. Muitos dos cheques, suspeita a polícia, foram desviados de malotes bancários. Agora nós estamos investigando se existe a participação de alguns deles nos assaltos a malotes que têm acontecido”, afirma o delegado Danielo Bahiense.

O peruano Cordova, apontado pela polícia como chefe da quadrilha, incluía informações falsas em carteiras de trabalho, falsificava outros documentos, e ainda confirmava os dados para os comerciantes que entravam em contato com a empresa para a qual os compradores supostamente trabalhavam.

“O peruano dava suporte para os golpes. Esquentava as carteiras, fazia comprovantes de pagamento, fazia declaração de imposto de renda falso, e ficava na base. Quando uma pessoa ia aplicar o golpe e o lojista ligava para confirmar os dados, ele dizia que realmente [o cliente] era funcionário dele e confirmava todos os dados”, explica Bahiense.

Há 18 anos no Brasil, Cordova veio para o país em busca de oportunidade de trabalho. O peruano, que é formado em Engenharia Eletrônica e aluno de Direito em uma faculdade de Vitória, diz que é inocente. Ele afirma que é legalmente dono de uma empresa e apenas assinava a carteira dos trabalhadores. No entanto, ele conta que sabia que os supostos funcionários dele aplicavam golpes na rua, e que ter assinado a carteira deles foi "a maior besteira" que fez nada vida. “Eu assinava as carteiras, mesmo sabendo que elas dariam golpe na rua”, confessa. Nos autos da Polícia Civil consta que ele recebia R$ 500 por carteira “esquentada” e R$300 por conta bancária aberta em nome de “laranjas”.

De acordo com dados da Divisão de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio, pelo menos quinze comerciantes foram à delegacia para prestar queixa sobre golpes, mas a polícia estima que o número de lojistas lesados seja muito maior.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 1588 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal