Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

26/04/2008 - Gazeta do Sul Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilhas enviam dados por e-mail

Por: Ricardo Düren


A ação dos golpistas que obtêm empréstimos fraudulentos é facilitada por quadrilhas que fornecem, via e-mail ou correio, dados sigilosos de aposentados e pensionistas do INSS. Vasculhando a internet, a reportagem da Gazeta AM identificou sete grupos criminosos que oferecem tal serviço, três em São Paulo, dois no Rio de Janeiro e dois no Rio Grande do Sul. Contatados por telefone, eles prometem listas repletas de dados, como nomes, endereços, telefones, números de CPF e de benefício.

Imaginando falar com um possível cliente, um deles afirma obter os dados de mais de 20 mil aposentados e pensionistas de Santa Cruz e região. “Pode haver até mais pessoas, mas estes aí vão com códigos consignáveis, pra você tirar empréstimos e estas coisas. Estes aí vão completos, com número do benefício e tudo. Te mando por R$ 840,00”, informa.

Uma integrante de outra quadrilha oferece provas da autenticidade de suas listas. “Você deposita o dinheiro em uma conta bancária e eu te mando tudo por e-mail ou Sedex. Se quiser, envio antes uma amostra, com uns dez nomes aí de Santa Cruz, pra você fazer o teste.” Após receber a tal amostra, a reportagem contatou as pessoas citadas na lista e comprovou que os nomes e números são verdadeiros.

Um outro golpista ainda oferece mais comodidade: “Eu mando a lista por e-mail em uma planilha de Excel. Assim, você terá total facilidade em manipular as informações.” Os preços variam, mas assim como fazem muitas empresas idôneas, o valor cobrado pelo serviço tem desconto quando o pedido é maior. Um dos grupos, que inicialmente cobra R$ 90,00 por mil nomes, baixa para R$ 60,00 o milheiro em pedidos com mais de 5 mil identidades. Acima de 10 mil, o valor fica em R$ 50,00 o milheiro. Os golpistas afirmam ainda que as listas teriam saído do próprio INSS.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 286 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal