Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/04/2008 - Bem Paraná Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Remédio contra dengue oferecido por golpista era sonífero


Reportagem da Rádio CBN revelou hoje (24) que até a dengue virou "instrumento" na mão de golpistas. Em Curitiba, um homem de cerca de 25 anos procurou um casal de idosos moradores do bairro Xaxim. Ele estava com uniforme de uma escola profissionalizante e disse ao casal que a região estava com foco de contaminação da doença. O homem informou que para que o casal não fosse contaminado, precisaria tomar um remédio. Nessa hora, uma amiga apareceu na casa para visitar o casal. O homem, que ainda ficou alguns minutos na casa, acabou desistindo e foi embora, mas deixou o remédio com o casal.

Com receio de tomar a medicação sem orientação médica, o casal resolveu procurar um posto de saúde. Lá, eles foram informados que o remédio, na verdade, era um sonífero. De acordo com informações da Polícia, não foram registrados casos semelhantes na cidade.

Um episódio parecido aconteceu em agosto do ano passado no interior do Paraná. Um homem de 53 anos foi preso em flagrante acusado de aplicar o golpe do sonífero em vários idosos na região de Londrina. Uma das vítimas, de 89 anos, morreu depois de tomar o remédio. O golpista ia até a residência de idosos e dizia ser funcionário de um posto de saúde. Depois de conquistar a confiança, oferecia remédios para as vítimas, que eram soníferos. Enquanto elas dormiam, ele roubava os pertences das vítimas.

Não existe um remédio específico para o vírus da dengue. Os remédios fornecidos atuam para aliviar os sintomas da doença.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 399 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal