Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/04/2008 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF já prendeu 9 pessoas na Operação Santa Teresa


SÃO PAULO - A Polícia Federal já prendeu 9 pessoas na "Operação Santa Teresa", que começou nesta quinta-feira em São Paulo. A operação tem o objetivo de desmantelar uma organização criminosa que, além de praticar crimes de tráfico local e internacional de mulheres e explorar atividade de prostituição, participava de fraudes em concessão de empréstimo junto ao BNDES.

Desde o início da manhã, policiais federais cumprem 11 mandados de prisão temporária e 18 ordens de busca e apreensão para a coleta de provas. As buscas têm a finalidade de obter documentos e materiais que reforcem as suspeitas da PF. As investigações tiveram início em dezembro de 2007 para apurar denúncias sobre a prática dos crimes de tráfico interno e internacional de mulheres, e de exploração de prostituição.

Desde o princípio da apuração, constatou-se que alguns dos investigados mantêm uma casa de prostituição localizada em São Paulo, com faturamento elevado, praticando tráfico interno e internacional de mulheres. A casa de prostituição somente se mantém em funcionamento porque seus proprietários oferecem vantagens ilícitas a autoridades e servidores públicos responsáveis pela fiscalização.

Durante a investigação apurou-se a existência de um esquema de desvio de verbas de financiamentos do BNDES. Uma quadrilha, formada por empresários, empreiteiros, advogados e servidores públicos, atua de forma a obter empréstimos do banco de desenvolvimento e desviar parte dos valores em benefício próprio. Há vasto conteúdo probatório que indica que ao menos dois financiamentos concedidos pelo BNDES neste ano de 2008 são objeto de fraude.

Um deles de R$ 130 milhões foi concedido a uma prefeitura localizada no Estado de São Paulo e outro de cerca de R$ 220 milhões, a uma grande empresa do ramo varejista. Cerca de 4% dos valores estão sendo desviados de cada financiamento. Os empréstimos são concedidos de forma parcelada. A cada parcela, ocorre um desvio.

O desfalque de dinheiro é justificado ao BNDES, com a apresentação de notas fiscais falsas, de serviços de consultoria empresarial que não se realizaram criando despesas inexistentes. As investigações indicam, também, evidências de práticas de licitações fraudulentas em pelo menos duas prefeituras paulistas versando sobre a distribuição de obras por estas municipalidades.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 261 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal