Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/04/2008 - Diário do Nordeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Quadrilha fraudava a compra de automóveis


Policias da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) em conjunto com Policiais Militares da 5ª Companhia do 5º Batalhão prenderam cinco pessoas, entre elas duas mulheres, acusadas de aplicar golpes na compra de veículos novos em revendedoras da Capital, através da falsificação de documentos.

De acordo com a Polícia, Ilza Maria de Oliveira Caetano, 31; e Francisca Claudiane de Lima, 21 anos, estavam em uma concessionária de veículos, localizada no bairro Dionísio Torres, tentando comprar um carro com documentos forjados. Do lado de fora, dando apoio as duas mulheres, estavam Isaías Alves de Freitas, 25; Caio Régis Batista dos Santos, 30; e Francisco Jéfferson dos Santos, 27.

A prisão decorreu de uma denúncia de funcionários do estabelecimento comercial, que desconfiaram da documentação que as duas mulheres apresentaram. Então, decidiram chamar a Polícia.

Entre o material apreendido com o grupo, o que mais chamou a atenção dos policiais foi um extrato bancário. Segundo o delegado Andrade Júnior, a folha do extrato bancário era aparentemente original, igual a fornecida pelo banco, mas as informações contidas no documento tinham sido impressas posteriormente pelo grupo com valores referentes a créditos não existentes. O comprovante iria facilitar a aprovação do financiamento.

Para o delegado Andrade Júnior, a falsificação do extrato é uma prática nova. ´Vamos investigar junto ao setor de inteligência do Banco do Brasil essa questão, para saber como eles conseguiram obter o papel oficial do banco, inclusive com a logomarca´.

Parceria

Segundo o delegado, o golpe consiste na quadrilha ir até a uma concessionária - com documentos falsos - e adquirir o carro financiado, sem entrada e, de preferência, com tanque cheio. Quando obtêm o veículo, os falsários fogem, normalmente, para outro Estado, onde o carro é clonado e vendido a incautos. De acordo com Andrade Júnior, a parceria da DDF com instituições financeiras e estabelecimentos comerciais têm sido importante para evitar os golpes.

Para a Polícia, pelo menos dois carros foram comprados pela quadrilha usando a mesma tática fraudulenta.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 305 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal