Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/04/2008 - O Tempo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Novo sistema de rotativo vai dificultar fraude de flanelinha

Por: Lívio Barbosa


O novo talão para os estacionamentos rotativos de Belo Horizonte ainda não havia chegado ontem a todos os 550 pontos de venda da capital e já era motivo de polêmica entre os flanelinhas e guardadores de carros que trabalham na capital.

Acreditando que terão prejuízo com o bônus de 20 minutos concedido ao usuário do novo talão, eles prometem adotar o velho e conhecido jeitinho brasileiro para burlar a fiscalização dos agentes de trânsito.

O gerente de estacionamento rotativo da Empresa de Transporte e Trânsito (BHtrans) Sérgio Rocha acredita que o novo talão vai dificultar as fraudes pelos flanelinhas, mas reconhece que será preciso mais tempo para verificar o bom funcionamento do novo serviço.

"Algumas situações que acontecem vão diminuir. Raspar a data e o horário gasto ao invés de rabiscar com uma caneta é um dificultador para o guardador de carro que pedia o talão de volta para adulterá-lo e revendê-lo", disse.

Ontem à tarde a reportagem percorreu as algumas ruas da Savassi e do centro, que concentram boa parte dos espaços destinados aos estacionamentos rotativos.
Os flanelinhas disseram que vão continuar trabalhando com o mesmo método adotado atualmente: pedir a chave do carro e somente colocar a folha de rotativo caso o agente de trânsito chegar.

"Vai nos dar mais trabalho. Vamos monitorar o tempo gasto por cada cliente. Quando o fiscal chegar e a gente souber que o dono do carro vai gastar muito tempo, a gente não raspa o bônus, mas sim as opções de tempo que ficam na parte de baixo da cartela", disse o lavador de carros que trabalha na rua Aimorés e se identificou apenas como Nilton.

Os donos de bancas acreditam que as vendas devem aumentar em função da possibilidade de usar apenas os 20 minutos de bônus. O motorista Aristóteles Miguel Neto, que trabalha com entrega de produtos de escritórios, disse ontem que vai usar o Faixa Azul com mais freqüência. "Antes o desperdício era grande."

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 293 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal