Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/04/2008 - Gazeta Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatários são presos após venderem terreno por R$ 75 mil em balneário da Serra


Dois homens acusados de estelionato foram presos na tarde desta quinta-feira (17), depois de aplicarem o golpe em uma pessoa que não teve a identidade revelada. Segundo a polícia, os acusados vendiam propriedades privadas localizadas nos balneários de Jacaraípe, Carapebus e Manguinhos, na Serra, para ganharem dinheiro das vítimas. O último golpe aconteceu há cerca de um mês.

Um dos compradores, que chegou a pagar R$ 15 mil de entrada em um terreno e assinar promissórias no valor de R$ 60 mil, desconfiou da ação dos homens e procurou a polícia. O total chegava a R$ 75 mil. Depois de relatar o fato aos agentes, a vítima foi orientada a marcar um encontro com os estelionatários. Uma operação foi montada e, enquanto chegavam ao local indicado, os dois homens foram presos pela polícia. Um deles foi identificado por Juceli Basílio da Silva, de 49 anos e o outro por Gutier Anastácio, de 40 anos.

Os acusados foram levados para a Delegacia de Defraudações (Defa), em Vitória, para prestarem esclarecimentos. Em depoimento à polícia, Juceli confessou o crime e detalhou como funcionava o esquema de estelionato.

Segundo ele, os terrenos eram escolhidos conforme a ocupação. Caso estivessem sem moradores, os criminosos falsificavam documentos e plantas das propriedades. Posteriormente, faziam anúncios em imobiliárias e jornais para encontrarem compradores.

De acordo com o delegado da Defa, Lauro Coimbra, os dois criminosos são de Minas Gerais, mas estavam no Espírito Santo há cerca de três anos. O delegado informou também, que nesse período, existe a suspeita de que várias vítimas caíram no golpe. “Nós temos uma venda de terreno noticiada, confirmada. Mas existem registros de venda de terreno de forma irregular que aconteceram com procedimentos semelhantes aos utilizados por essas pessoas”, disse.

Juceli Basílio da Silva foi autuado por falsidade documental e Gutier Anastácio, por falsificação de documentos e estelionato. Eles foram transferidos para a Delegacia Patrimonial, em Vitória, onde permanecem à disposição da justiça.

O delegado Lauro Coimbra lembrou que as pessoas devem tomar cuidado quando forem comprar terrenos. “As pessoas que forem adquirir terrenos ou qualquer tipo de imóvel, devem consultar o registro de imóveis, devem consultar a prefeitura local e tentar identificar o real proprietário pra não serem pegas de surpresa e perderem dinheiro”, concluiu.

Os R$ 15 mil roubados não foram recuperados, já que os bandidos alegaram que gastaram todo o dinheiro. O crime continuará sendo investigado pela polícia. Existe a suspeita de que outras pessoas estejam envolvidas no esquema de estelionato aplicado pelos bandidos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 334 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal