Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

17/04/2008 - Cosmo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende falso médico após golpes

Por: Renê Moreira


A Polícia Civil deteve nesta quarta-feira (16/04) o desempregado F.S.J., que se passava por médico e aplicou uma série de golpes em Franca e diversas outras cidades.

O acusado tem 30 anos, andava com roupas brancas de um hospital, um estetoscópio no pescoço e até uma prancheta igual à dos médicos de verdade. Se não bastasse usava um registro profissional (CRM) verdadeiro, que havia copiado de um médico após fazer uma consulta em Minas Gerais. Inclusive, usava o nome do profissional mineiro.

Em Franca se hospedou nos dois melhores hotéis da cidade, comeu e bebeu do melhor e não pagou. Segundo a polícia, também se utilizou do serviço de táxi por diversas vezes e até de garotos de programas, que assim como os taxistas e os hotéis, ficaram no prejuízo.

De acordo com o delegado da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), Eduardo Lopes Bonfim, em Franca, Silva não chegou a clinicar, mas foi por pouco. Ele tentou obter emprego na Santa Casa local e em hospitais da região. Também conversou com secretários de saúde de cidades vizinhas em busca de uma vaga como médico.

Com várias passagens pela polícia, o acusado já teria exercido irregularmente a medicina em outros municípios, tendo inclusive recebido para isso. Também chegou a comprar carros e a adquirir empréstimos usando nomes de outras pessoas. Entre as cidades onde agiu estão Ribeirão Preto e Votuporanga. Em Franca estava negociando um carro zero quando foi parar na delegacia.

A prisão

A polícia chegou a Silva após ser avisada por um dos hotéis, que informou ter sido vítima de um médico. Checando os dados fornecidos, os policiais descobriram que o nome informado era de um profissional da medicina de Minas Gerais, o qual disse que documentos seus haviam sido furtados pelo acusado, que vinha aplicando golpes em várias cidades e usando pra isso o seu nome.

Silva foi preso em um hotel no Centro de Franca. Não tinha documentos pessoais e se apresentou usando nome falso, o que dificultou bastante sua identificação.

Natural do Paraná, já havia aplicado golpes nos estados do Ceará, Santa Catarina, Minas Gerais e São Paulo. Após ser preso duas vezes por estelionato acabou indo parar em Franca.

Em seu quarto no hotel a polícia localizou formulários para exames, receitas em branco e holerites dando a entender que já teria recebido por serviços médicos prestados em outras cidades. Ele foi ouvido na delegacia por várias horas, mas acabou indiciado e liberado. Porém, deverá ter sua prisão requisitada junto à Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 287 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal