Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

07/04/2008 - Notícias do TJERJ Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

OMNI International é condenada por divulgar esquema de pirâmide


A Quarta Turma Recursal dos Juizados Especiais do Rio condenou a OMNI International Brasil a devolver R$ 4.090,00 a Luiz Paulo Faria, que assinou contrato para atuar como agente de vendas e administrar uma loja virtual da empresa. No voto, o juiz relator Ricardo de Andrade Oliveira considerou que tratava-se de um esquema de pirâmide, em que somente os criadores conseguem obter lucro e que a jurisprudência já considerou ilegal. Luiz Paulo também vai receber R$ 5 mil por danos morais.

No processo, Luiz Paulo afirma que conseguiu o valor pago à empresa através de um empréstimo com parentes e, após algum tempo, descobriu tratar-se de propaganda enganosa, já que não houve o retorno anunciado. "Embora o contrato assinado tenha sido efetivamente cumprido, com a criação da loja virtual, verifica-se que, na realidade, o contrato é praticamente uma ficção, já que não há como ter-se o lucro esperado", escreveu o juiz no seu voto.

O juiz considerou, ainda, que está claro que o contrato se trata de um esquema de pirâmide, em que somente os criadores conseguem obter um lucro significativo, mediante perda pelos demais participantes.

Um outro processo julgado pela Quarta Turma Recursal condenou a OMNI International Brasil a pagar R$7.406,81, mais danos morais no valor de R$ 5 mil, a Renato Damasceno. Na decisão, a juíza Renata Guarino Martins também considerou que tratava-se de um esquema de pirâmide. Outros processos contra a empresa estão tramitando nos Juizados Especiais Cíveis e nas Turmas Recursais do Rio.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 278 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal