Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/04/2008 - O Tempo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia Civil fecha fábrica clandestina de cosméticos


Três homens foram presos em flagrante depois que uma fábrica clandestina de cosméticos foi fechada em Alfenas, no Sul de Minas Gerais, na noite dessa quinta-feira. A Polícia Civil chegou até o local que funciona no bairro Jardim São Carlos, após três semanas de investigações.

No galpão utilizado para produção e armazenamento dos produtos foram encontrados tanques com resquícios de substâncias químicas e uma grande quantidade de sabonetes, perfumes, hidratantes, óleos para o corpo, colônias, xampus, condicionadores, medicamento capilar, energéticos e mel. Foram apreendidos ainda milhares de rótulos e frascos vazios.

De acordo com o delegado João Simões de Almeida Júnior da 19ª Delegacia Regional do município, toda linha de cosméticos era fabricada sem quaisquer condições de higiene, como regulamenta a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A investigação foi iniciada com a suspeita de que o local seria usado para armazenamento de veículos roubados. "O fluxo de veículos no local era grande, o que despertou a curiosidade da polícia. Após vários levantamentos foi possível desvendar a ilegalidade da empresa que foi completamente desarticulada", conta o delegado.

Todos os suspeitos responderão pelos crimes de falsificação, corrupção adulteração ou alteração de produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais e, se condenados, poderão cumprir pena de 10 a 15 anos de prisão. (FP)

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 261 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal