Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

25/10/2006 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Facção usa postos de gasolina e lojas para lavar dinheiro


SÃO PAULO - Postos de gasolina e lojas de automóveis e de celular estão sendo usados pela facção que comanda os presídios paulistas para lavar o dinheiro do crime. Um dos postos do esquema está fechado há três meses. O baixo preço dos combustíveis era o principal atrativo. A quadrilha, além de lavar dinheiro, ainda lucrava com a venda de gasolina adulterada. Segundo a polícia, o bando usava o nome de pessoas humildes, conhecidas como 'laranjas', para esconder os verdadeiros proprietários. As investigações já duram seis meses. Em uma escuta autorizada pela Justiça, os investigadores flagraram um advogado orientando um 'laranja' a depor.

- Você vai dizer que vendeu o posto Petroal para o Ricardo em janeiro. Você não conhece Felipe nem ninguém. Diz que vendeu o posto em janeiro para Ricardo e que não passou o contrato social porque ele ainda não terminou de pagar - explica o advogado à testemunha.

Os investigadores de Santo André, na Grande São Paulo, já descobriram 47 estabelecimentos na mesma situação. Destes, 43 são postos de combustíveis, sendo 12 na capital; 15 no interior e no litoral, e 17 na região do ABC. Há ainda três lojas de automóveis em Mauá, também na Grande São Paulo, e uma loja fantasma de celular. Eles descobriram que a compra dessas lojas foi efetuada com o dinheiro vindo da venda de drogas em casas noturnas. Os policiais acreditam que a quadrilha movimentava R$ 500 mil por mês com as drogas. Se for somado o controle de jogos de azar, o bando pode movimentar até R$ 3 milhões por mês. Cerca de 20 pessoas já foram indiciadas. Apenas uma foi presa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 232 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal