Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/07/2006 - Vale Paraibano Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia investiga golpe do 'falso emprego' em São José

Por: Renata Campos


A Polícia Civil de São José dos Campos realizou ontem uma operação de busca e apreensão na sede de uma empresa suspeita de aplicar o golpe do 'falso emprego' no Jardim Aquárius, zona oeste da cidade.

A investigação foi fundamentada por meio de denúncias feitas por vítimas de diversas capitais do país --12 queixas foram registradas formalmente.

Os candidatos aos supostos postos de trabalho em companhias multinacionais eram 'selecionados' por telefone.

Segundo o delegado do 8º Distrito Policial, Edson Bimbi, os proprietários da empresa receberiam via internet os currículos de consultorias denominadas 'head hunters' (caça-talentos).

A partir de então, as pessoas eram convocadas a comparecer à sede da empresa Dante Assessoria, em São José, que foi alvo da blitz de ontem.

As vítimas geralmente possuíam nível superior. "Elas eram submetidas a testes psicológicos e informadas que, para preencher a vaga, teriam que repassar até 40% do primeiro salário para a empresa", afirmou o delegado.

As investigações começaram em janeiro, quando a polícia recebeu as primeiras reclamações. Geralmente, eram oferecidos altos salários aos postulantes às vagas, que seriam 'fictícias'.

DESCONFIANÇA- O engenheiro civil J.P.L., 37 anos, de Recife (PE), recebeu uma oferta de emprego e resolveu vir a São José para a entrevista.

"Desconfiei, mas liguei para a empresa e atenderam corretamente. Gastei R$ 3.000 entre passagens e hospedagens, mas recebi um telefonema informando que o dono da empresa teria falecido e que a empresa não funcionaria", disse.

Outra suposta vítima do golpe foi o engenheiro civil R.A., 56 anos, de Belo Horizonte (MG). "Recebi a proposta por telefone e me disseram que só ficaria sabendo dos detalhes durante a entrevista", disse ele, que gastou R$ 1.000 com transporte e estadia no Vale do Paraíba.

Outros candidatos seriam de Brasília (DF) e Salvador (BA).

BLITZ- A Polícia Civil chegou à sede da Dante Assessoria às 10h30 com uma equipe de dez agentes e encontrou a empresa fechada durante o horário comercial.

Na portaria do prédio, foi deixado um documento que informava aos entrevistados que o dono da empresa havia falecido e que a firma reabriria no dia 10.

A sala foi arrombada pelos policiais, que apreenderam um computador, dois monitores, roupas, sapatos, fitas de vídeo, agenda com os nomes das supostas vítimas, currículos e os aparelhos telefônicos fora do gancho.

Segundo o porteiro do prédio N.B.M., a gerente foi ao local anteontem, permanecendo das 14h às 17h55. "O dono chegou às 14h55 e foi embora às 17h55, levando computadores com ele", disse.

Durante a operação de busca, chegaram ao local para a entrevista dez vítimas e outras duas telefonaram para confirmar o horário da entrevista. Foram registrados oito boletins de ocorrência.

ABERTA- Apesar da blitz, a empresa não foi lacrada e a polícia agora procura os sócios para prestar depoimento.

O ValeParaibano procurou ontem representantes da Dante Assessoria para comentar o assunto, mas ninguém foi localizado até as 22h.

A polícia também investiga outras duas empresas que atuam na região central da cidade e estariam recrutando desempregados para ofertar recolocação profissional de forma irregular. Os nomes das empresas não foram divulgados.


Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 533 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal