Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

11/04/2008 - TV Canal 13 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Crackers roubaram R$ 450 mil em 2 noites


O delegado Alberto Pereira Matheus Júnior, da 1ª Delegacia de Roubos e Extorsões (DRRE), afirmou na tarde de hoje que o grupo de crackers preso em flagrante chegou a obter R$ 450 mil em duas noites. Segundo as investigações, eles rastreavam e subtraíam dinheiro de contas bancárias por meio da Internet. O dinheiro, segundo a polícia, servia para quitar dívidas de veículos e outros bens móveis. A participação de cerca de 30 lojas de carros será investigada.

A assessoria do Departamento de Investigação contra Crime Organizado (Deic) chegou a divulgar hoje que a conta da ex-senadora Heloísa Helena havia sido invadida, mas voltou atrás e disse que a vítima pode ter sido um homônimo. Segundo o Deic, eles subtraíram dinheiro de pelo menos 3 mil usuários e chegaram a obter dados de 10 mil contas.

Saiba mais

Um hacker é um especialista, alguém que conhece muito bem assuntos ligados à computação, equipamentos, redes, softwares. Quando esse conhecimento é utilizado para ações criminosas, como invasão de redes e computadores ou roubo de dados, o sujeito que as pratica é chamado de cracker.

Segundo o delegado Alberto Pereira Matheus Júnior, titular da DRRE, o esquema chegou a disparar 150 mil spams em um período de um mês. "O usuário acessava seu saldo pela Internet e o programa travava a página, abrindo uma mensagem que pedia uma atualização de dados", disse o delegado. A partir disso, os suspeitos teriam acesso a todos os dados bancários que a vítima digitasse no computador, podendo realizar as transações em sua conta.

O grupo era investigado desde janeiro. Os policiais descobriram que quatro integrantes marcaram uma reunião em um apartamento na rua Benjamin Capusso. A equipe deteve no local o empresário Jéferson Rosa de Avelar, 29 anos, dono de uma empresa de plásticos, seu irmão, o gesseiro Ugo Rosa de Avelar, o também gesseiro Fabiano Aparecido da Silva Araújo, ambos de 25 anos, e o vendedor Marcos Antônio de Oliveira, 46 anos. Todos têm nível superior ou cursam a universidade. Eles foram autuados em flagrante por furto mediante fraude e formação de quadrilha e, se condenados, podem pegar 12 anos de cadeia.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 394 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal