Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/04/2008 - Paraná Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presa quadrilha que distribuía notas falsas em Londrina

Por: Hélio Miguel


A Polícia Federal (PF) em Londrina realizou, ontem pela manhã, uma operação que prendeu sete pessoas, desmantelando uma quadrilha que distribuía notas falsas de Real na região. Na ocasião, foram apreendidos R$ 3,5 mil em cédulas falsificadas, todas de R$ 50. Na ocasião, a PF também apreendeu uma moto, um computador e um colete a prova de balas. O delegado-chefe da PF, Evaristo Kuceki, calcula que a quadrilha era responsável por até 70% do dinheiro falso que circulava na região, chegando a despejar cerca de R$ 100 mil na cidade.

Segundo Kuceki, a operação foi possível graças a uma prisão realizada pela PF no dia 5 de março, quando um homem foi preso com R$ 25 mil em notas falsas na cidade de Cambé (a 13 km de Londrina). “Desde então, a circulação dessas notas diminuiu bastante”, diz.

Os presos na operação deverão ser indiciados por formação de quadrilha e falsificação. Cinco deles já tinham mandados de prisões temporárias decretadas. Os outros dois foram presos em flagrante. A pena para falsificação é de três a doze anos de prisão. Pela formação de quadrilha, os presos podem ser condenados de um a três anos de reclusão.

De acordo com a PF, há indícios de que as notas foram fabricadas no interior do estado de São Paulo. “Essa quadrilha apenas distribuía o dinheiro aqui”, informa Kuceki, completando que irá notificar a PF no estado de São Paulo para que dê seguimento às investigações.

A qualidade da falsificação, segundo Kuceki, é de razoável para boa. “As notas são difíceis de diferenciar se não prestar muita atenção”. Há a possibilidade de muitas notas falsas despejadas pela quadrilha ainda estarem circulando.

Ele recomenda a quem descobrir que recebeu notas falsas, que procure a Polícia Federal, o Banco Central ou mesmo as polícias Civil e Militar. De acordo com o Banco Central do Brasil, agências bancárias também podem ser procuradas.

Com a prisão da quadrilha, a PF acredita que a distribuição de dinheiro falso, considerada intensa na região, vai diminuir. Mas Kuceki admite que a cidade é propensa a receber despejos de notas desse tipo. “Londrina é cortada por muitas rodovias”, explica.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 288 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal