Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

03/04/2008 - pe360graus Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Delegacia apresenta homem que praticava golpe do bilhete premiado


A Delegacia de Repressão ao Estelionato apresentou, na manhã desta quinta-feira (3), Aroldo Nunes de Oliveira, 43 anos. Ele foi preso na semana passada, na cidade de Montes Claros, estado de Minas Gerais, acusado de aplicar o golpe conhecido como "bilhete premiado".

A quadrilha da qual ele faz parte é formada por doze integrantes, que abordavam pessoas na rua com a intenção de vender bilhetes de loteria supostamente premiados. Segundo a polícia, o grupo já arrecadou mais de R$ 3 milhões com o golpe e agia principalmente em Brasília, Belo Horizonte, São Paulo e Recife, mas há indícios de que a atuação da quadrilha possa ter acontecido em outras localidades.

Na madrugada da última quarta-feira (02), Aroldo Nunes foi trazido para o Recife, onde já vinha sendo investigado. Os outros integrantes da quadrilha continuam foragidos. São eles: Ceci Eleodoro de Godói, 62 anos; Weuber Sandro da Silva, 31 anos, tido como o líder do grupo; e Frederico Arley de Ribeiro, 25 anos.

Pelo menos três pessoas foram vítimas da quadrilha em Pernambuco. Segundo a investigação, eles abordam a vítima, que normalmente é um idoso, num bairro de classe média alta. Fingindo ser do interior, um dos integrantes do grupo se aproxima, dizendo que está procurando um amigo para ajudá-lo a receber um prêmio no banco.

Nesse momento, uma senhora - justamente Ceci de Godói - se aproxima ao ouvir a história, fingindo não conhecer o matuto e se dispondo a ajudá-lo. A senhora chama um sobrinho, outro membro da quadrilha, que conheceria um gerente de banco que poderia comprovar a veracidade do prêmio. O ganhador dá o número do bilhete premiado e o suposto gerente confirma que ele está premiado. Assim, a senhora e o sobrinho ficam incitando a vítima a dar algum dinheiro para comprar o falto bilhete valioso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 478 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal