Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/04/2008 - Panapress Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Governo egípcio acusado de preparar fraude eleitoral


Cairo, Egipto (PANA) - A Organização Não Governamental (ONG) de defesa dos direitos humanos, Human Rights Watch (HRW), acusou o governo egípcio de tencionar batotar nas próximas eleições municipais tendo em conta a popularidade do grupo dos Irmãos Muçulmanos (oposição).

A URW aludia à surpresa dos Irmãos Muçulmanos nas eleições legislativas de 2005, que consistiu na obtenção de 20 por cento dos assentos no Parlamento. Mas o escrutínio foi adiado para dois anos por causa deste fenómeno.

A HRW acha que as detenções "vergonhosas" de militantes dos Irmãos Muçulmanos põem em causa a legitimidade do escrutínio.

Segundo fontes concordantes, as forças de segurança egípcias detiveram injustamente cerca de 800 membros do potente partido da oposição do país, dos quais 150 futuros candidatos às eleições locais de 18 de Abril próximo.

"O Partido Nacional Democrata (NDP) no poder considera os conselhos locais como a espinha dorsal do seu sistema do controlo da nação", denuncia a organização de defesa dos direitos humanos.

"Estas detenções maciças de militantes da oposição são uma tentativa vergonhosa de fraude nas próximas eleições", denunciou Joe Stork, director de HRW no Médio Oriente.

"O Presidente Hosni Mubarak pensa manifestamente que não se pode deixar o desfecho das eleições nas mãos dos eleitores. O governo não formulou nenhuma acusação contra nenhum dos 800 membros dos Irmãos Muçulmanos detidos", denunciou esta organização.

A organização internacional de defesa dos direitos humanos exortou Mubarak a libertá-los a fim de permitir a realização de eleições justas, vistas como uma teste de verdade para o Egipto na marcha rumo à democracia.

As eleições presidenciais de 2005, ganhas pelo Presidente Mubarak com 90 por cento dos votos expressos, foram consideradas falsas pelos observadores e partidos da oposição.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 238 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal